Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tesla apresenta seu primeiro carro popular - Jornal Brasil em Folhas
Tesla apresenta seu primeiro carro popular


A Tesla apresentou na sexta-feira seu primeiro modelo de carro elétrico popular, o Model 3. A novidade é um marco para a indústria automobilística.

O proprietário da empresa, o bilionário Elon Musk, chegou ao evento de lançamento na sede da empresa em Freemont, perto da cidade de San Francisco, a bordo de um exemplar vermelho do Model 3.

É um carro incrível. Monitoramos até o mínimo detalhe, disse.

Os primeiros compradores - 30 funcionários da Tesla - receberam as chaves de seus veículos e posaram para fotos.

Produziremos automóveis o mais rápido possível, prometeu Musk.

O Model 3 deve chegar às concessionárias nos próximos meses.

O novo carro elétrico visa expandir seu mercado consumidor - os preços começam em 35 mil dólares - e vai se multiplicar em breve. De acordo com Musk, mais 100 unidades serão produzidas em agosto e outras 1.500 em setembro.

O objetivo da Tesla é que a produção alcance 5 mil unidades semanais do Model 3 neste ano e 10 mil unidades semanais em 2018.

Mais de 375 mil consumidores fizeram depósitos para entrar na lista de espera do Model 3.

Analistas indicam que, com esse lançamento, a Tesla pode estar transformando o futuro da indústria automobilística.

Gene Munster, analista na empresa de pesquisa Loup Ventures, acredita que a Tesla pode fazer pelo setor automobilístico o que a Apple fez pelos celulares e eletrônicos.

Acreditamos que um dia vamos olhar para trás, para o lançamento do Model 3, e compará-lo com o iPhone, que provou ser um catalisador na migração para a computação móvel, disse Munster numa nota.

O pesquisador acredita que a Tesla vai protagonizar as mudanças de paradigmas no ramo de carros elétricos ou autônomos, que podem alterar o setor inteiro.

Com produção de 83 mil veículos em 2016, a Tesla alcançou um valor de mercado de cerca de 55 bilhões de dólares - à frente de gigantes como a General Motors -, antecipando a liderança na indústria.

Munster avalia que a Tesla pode começar atingir a rentabilidade em 2021 e que 2023 será um ano excepcional para a empresa, com 1,6 milhão de veículos produzidos.

A Tesla atualmente vende apenas dois modelos de luxo de seus carros elétricos: o sedã Model S e a SUV Model X, cujos preços começam em cerca de 80 mil dólares.

- Teste decisivo -

O sucesso do Model 3 pode aliviar as preocupações acerca da capacidade de crescimento significativo da Tesla.

Planejado para ser menor, mais simples e mais fácil de montar que seus irmãos de luxo, o Model 3 também tem preços competitivos no mercado automobilístico.

O veículo oferece menos opções que os precedentes, mas tem a mesma tecnologia auto-condutora.

A bateria do veículo foi feita para durar pelo menos 345 km antes de precisar ser recarregada, de acordo com a Tesla.

Uma questão importante é se a Tesla consegue aumentar a produção para atender a demanda, e se os rivais vão entrar no mercado de veículos elétricos.

A fabricante sueca Volvo anunciou, recentemente, que vai deixar de produzir gradualmente os veículos com motores apenas a gasolina, priorizando os carros híbridos ou elétricos.

A GM bateu a Tesla no mercado com o seu carro elétrico Bolt, mas recentemente interrompeu a produção para estabilizar os estoques, devido às vendas fracas.

Musk pretende desvincular, pouco a pouco, a indústria dos combustíveis fósseis, associando-a à energia solar e a outros investimentos de transporte.

O bilionário é dono da empresa de energia solar SolarCity e atualmente constrói baterias recarregáveis para abastecer casas e carros.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212