Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Identificados corpos de três supostos autores de atentados na Espanha - Jornal Brasil em Folhas
Identificados corpos de três supostos autores de atentados na Espanha


Os corpos de três jovens marroquinos, mortos pela Polícia após um atentado terrorista na madrugada de quinta para sexta-feira em Cambrils, a 120 km de Barcelona (nordeste da Espanha), foram formalmente identificados, anunciou a Polícia catalã, ao revelar suas identidades.

Os mortos são Moussa Oukabir, Said Aallaa e Mohamed Hychami, respectivamente de 17, 18 e 24 anos, todos moradores de Ripoll, no norte da região, segundo a Polícia. Eles foram mortos na madrugada de sexta-feira durante atentado em Cambrils, ao sul de Barcelona.

Um quarto suspeito, Younes Abouyaaqoub, de 22 anos, ainda está sendo procurado.

As forças policiais aceleraram nesta sexta-feira as investigações sobre o duplo atentado com atropelamentos em massa cometidos em Las Ramblas, em Barcelona, e no passeio marítimo de Cambrils, que deixaram 14 mortos e 120 feridos.

O comissário-chefe da Polícia catalã, Josep Lluis Trapero, declarou em entrevista à TV regional TV3 que dos doze suspeitos de envolvimento nos ataques, cinco foram mortos em Cambrils e quatro estão detidos.

As outras três pessoas foram identificadas, mas não detidas. A Polícia suspeita que duas delas poderiam ter morrido no incêndio de uma casa em Alcanar, 200 km ao sul de Barcelona, onde supostamente o grupo preparava artefatos explosivos.

Nesta residência, há restos [mortais] de duas pessoas diferentes, estamos trabalhando para provar que são duas destas três pessoas que também estão identificadas. E restaria uma terceira, disse Trapero.

O comissário assegurou também que os agentes ainda não identificaram o motorista da van que semeou pânico ao atropelar em alta velocidade dezenas de pessoas nas concorridas Ramblas de Barcelona, matando treze pessoas.

O massacre, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), poderia ter sido pior, admitiu a Polícia.

A tese em que estamos trabalhando é que estavam se preparando já há algum tempo ao redor deste domicílio de Alcanar, havia dito Trapero.

A explosão na casa, de onde tiraram dezenas de botijões de gás, evitou atentados de maior alcance, acrescentou.

Os quatro detidos, um em Alcanar e o restante em Ripoll, são três marroquinos e um espanhol nascido no encrave de Melilla, com idades entre 21 e 34 anos, todos sem antecedentes relacionados com o terrorismo.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212