Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 UE quer reunir países afetados por crise dos ovos contaminados - Jornal Brasil em Folhas
UE quer reunir países afetados por crise dos ovos contaminados


A União Europeia (UE) pretende convocar uma reunião sobre a crise dos ovos contaminados com fipronil, que afeta 12 países e é investigada pela justiça.

O comissário europeu da Saúde, Vytenis Andriukaitis, afirmou que deseja uma reunião de alto nível com os ministros envolvidos, assim como com os representantes das agências de segurança alimentar de todos os Estados membros envolvidos, quando a totalidade dos fatos estiver a nossa disposição.

O escândalo teve origem em consequência do uso de fipronil, um inseticida estritamente proibido nos criadouros de galinhas, por parte de empresas de desinfecção que trabalhavam em explorações agrícolas da Holanda, Bélgica e Alemanha.

Dinamarca, Eslováquia e Romênia anunciaram na quinta-feira que também foram afetados, o que eleva a 12 o número de países europeus que receberam ovos contaminados, frescos ou líquidos, destinados à indústria alimentícia.

O escândalo se tornou maior na semana passada com a retirada de milhões de ovos de supermercados na Alemanha e na Holanda. A marca alemã Aldi, onde as gôndolas de ovos ficaram vazias durante uma semana, anunciou nesta sexta-feira que voltou a distribuir o produto.

No capítulo judicial do escândalo, dois diretores da empresa que provavelmente aplicou o produto nos criadouros avícolas foram detidos na quinta-feira na Holanda, segundo a Procuradoria, que não especificou o nome da companhia. A imprensa holandesa informou que trata-se da ChickFriend, muito questionada no setor.

As autoridades realizaram oito operações de busca na Holanda e a justiça também questiona o comerciante que distribuiu o fipronil no país.

Na Bélgica, foram realizadas 11 operações de busca e apreensão em todo o país no âmbito da investigação, que já implica 26 pessoas e empresas suspeitas, segundo a Procuradoria da Antuérpia.

O MP destacou que cerca de 6.000 litros de produtos proibidos - de fipronil, segundo a imprensa - foram apreendidos em julho em uma empresa belga. A justiça não revelou o nome da empresa, mas esta foi identificada como o distribuidor de produtos sanitários para criadouros Poultry-Vision, na origem do escândalo junto com a ChickFriend, segundo os jornais.

O diretor da Poultry-Vision foi interrogado em julho e depois foi liberado sob estritas condições, afirmou a Procuradoria, que leva os fatos muito a sério, dada a sua gravidade, amplitude, caráter organizado e contexto internacional.

Devemos analisar de modo detalhado o que aconteceu (...) que nossos especialistas identifiquem onde podem ter surgido os problemas para que tenhamos a capacidade de sentar e discutir soluções e os passos a tomar, disse Andiukaitis.

O fipronil é um inseticida comumente usado que está presente em produtos veterinários utilizados para os animais de estimação contra pulgas, carrapatos e ácaros. Seu uso é proibido em animais destinados à cadeia alimentar na União Europeia. Em doses elevadas pode provocar problemas neurológicos e vômitos.

A princípio, os ovos contaminados representam riscos limitados para a saúde do consumidor.

Poucos lotes contaminados que foram retirados dos mercados concentravam em apenas um ovo doses superiores a 0,54 mg de fipronil (o limite para uma pessoa de 60 kg calculado pela UE) e a imensa maioria apresentava taxas inferiores.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212