Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rússia não se pronuncia após Estado Islâmico assumir ataque que deixou 8 feridos - Jornal Brasil em Folhas
Rússia não se pronuncia após Estado Islâmico assumir ataque que deixou 8 feridos


Autoridades russas não comentaram o fato de o Estado Islâmico (EI) ter declarado que o homem que feriu neste sábado (19) oito pessoas na cidade de Surgut era um soldado da organização jihadista.

Um comunicado atribuído ao Estado Islâmico, divulgado no aplicativo de mensagens Telegram, informou que uma fonte de segurança afirmou à Amaq (rede de notícias associada ao grupo jihadhista) que o autor do esfaqueamento na cidade russa é um soldado do Estado Islâmico.

Horas após o anúncio, o Comitê de Instrução (CI) da Rússia - a autoridade judicial que investiga o ataque - mantém o silêncio tanto sobre a identidade do agressor quanto sobre os motivos que geraram o ataque.

Sites

Após afirmar que o agressor foi identificado como um morador da cidade nascido em 1994, o comitê não precisou a identidade do homem, morto pela polícia minutos depois de ter ferido com uma faca as pessoas no centro de Surgut.

Enquanto isso, meios de comunicação russos deram dois nomes diferentes ao agressor, ambos de origem muçulmana.

O site Lenta.ru identificou o agressor como Bobichel Abdurajmanov, de 23 anos, e oriundo da Ásia Central, com base em informações oferecidas por duas fontes anônimas das forças de segurança de Surgut. As autoridades, segundo a publicação, investigam se Abdurajmanov se interessava pelas correntes do Islã radical.

Versões

Pouco depois, o popular site informativo Life.ru escreveu que o agressor chamava-se Artur Gadzhiev, um jovem de 19 anos procedente da república do Daguestão, no conflituoso Cáucaso Norte russo. Segundo este meio, o pai de Gadzhiev era vigiado pelas forças de segurança como possível extremista religioso.

O CI afirmou após o ataque que o atentado terrorista não está entre as versões prioritárias do ocorrido e que investigará o histórico médico do agressor para averiguar se era portador de alguma doença psiquiátrica. As autoridades de saúde informaram que quatro dos sete feridos estão em estado grave.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212