Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Poeta Antonio Cicero é eleito para a Academia Brasileira de Letras - Jornal Brasil em Folhas
Poeta Antonio Cicero é eleito para a Academia Brasileira de Letras


O poeta, filósofo e compositor Antonio Cicero foi eleito na tarde de hoje (10) para a Academia Brasileira de Letras (ABL). Em terceira candidatura – a primeira, em novembro de 2016 e a segunda, em março deste ano – ele obteve 30 votos e será o novo ocupante da Cadeira 27, vaga desde a morte, em maio, do crítico literário e professor Eduardo Portella. Votaram 34 dos 40 acadêmicos, 22 presentes no Petit Trianon, sede da ABL, no centro do Rio, e 12 por cartas.

Nascido no Rio de Janeiro, em 1945, Antonio Cicero Correia Lima é autor de letras conhecidas do público que acompanha a música popular brasileira (MPB), escritas para canções em que teve como parceiros sua irmã, a cantora Marina Lima (Fullgás), Adriana Calcanhotto (Inverno), João Bosco (Trem bala) e Lulu Santos (O Último Romântico). Formado em Filosofia, em 1972, pelo University College, da Universidade de Londres, ele publicou os livros de poemas Guardar (1992), A Cidade e os Livros (2002), Porventura (2012) e, em parceria com o artista plástico Luciano Figueiredo, O Livro de Sombras (2010).

O novo acadêmico também escreveu ensaios filosóficos como O mundo desde o Fim (1995) e Finalidades sem Fim (2005). Organizou o livro de ensaios Forma e Sentido Contemporâneo: Poesia (2012) e, em parceria com Waly Salomão, o volume de ensaios O Relativismo enquanto Visão do Mundo (1994).

Antonio Cicero traz para a Academia Brasileira de Letras a presença e a atuação de um dos poetas mais representativos da literatura brasileira contemporânea, afirmou o presidente da ABL, Domício Proença Filho. Intelectual atuante, Cicero concebeu em 1993 o projeto Banco Nacional de Ideias, em colaboração com o também poeta Waly Salomão (1943-2003). Durante dois anos, o projeto promoveu ciclos de conferências com a participação de artistas e intelectuais de renome mundial, como João Cabral de Melo Neto, Richard Rorty, Tzvetan Todorov, Hans Maguns Enzensberger, Bento Prado Jr. e Darcy Ribeiro.

Na primeira tentativa de ingressar na ABL, para a cadeira deixada vaga pelo médico Ivo Pitanguy, Cicero empatou com o cientista político Francisco Weffort, e a eleição foi anulada. Na segunda, por 18 votos a 15, foi derrotado,pelo historiador Arno Wehling.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212