Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Lucro virou prejuízo, mas não é problema: entenda o ajuste no resultado da BM&FBovespa - Jornal Brasil em Folhas
Lucro virou prejuízo, mas não é problema: entenda o ajuste no resultado da BM&FBovespa


SÃO PAULO - Quem olhou apenas para os números da BM&FBovespa na noite de quinta-feira (18) pode ter tomado um susto com o ajuste contábil feito no valor de R$ 1,7 bilhão (R$ 1,1 bilhão, líquido de imposto), o que levou o lucro de R$ 534,1 milhões da companhia no quarto trimestre para um prejuízo de R$ 407,5 milhões. Porém, o diretor de Relação com Investidores da empresa, Rogério Santana, explica que não há nenhum problema neste impairment.

Em entrevista ao InfoMoney, ele explicou que este ajuste está relacionado com o ágio fundamentado em expectativa de rentabilidade futura gerado na aquisição da Bovespa Holding em 2008. Segundo Santana, quando uma empresa faz uma aquisição é preciso reportar em seu balanço este ágio e, a partir de então, realizar testes periódicos para analisar se este ativo manteve o seu valor de mercado com o passar do tempo.

Desde a aquisição, feita em 2008 por cerca de R$ 16 bilhões, a BM&FBovespa reporta anualmente em seu resultado este teste de valor recuperado, sendo que nunca foi necessário realizar nenhum ajuste contábil, segundo o diretor. Porém, em 2015, o teste mostrou ser necessário um ajuste nos valores.

Estes números refletem o atual momento econômico pelo qual passa o País. Este valor [R$ 1,7 bi] serve para mostrar quanto este ativo vale, se, por exemplo, ele fosse vendido hoje, explica Santana. Estão nas regras da CVM a necessidade deste teste e de reportar o ajuste, e é o que estamos fazendo, completa.

O diretor explica que a atual dinâmica econômica, combinando um baixo crescimento com taxas de juros elevadas levaram a um valor recuperado mais baixo, resultando no ajuste apresentado neste balanço. É importante deixar claro que este valor é meramente contábil, ele não tem impacto na geração de caixa da empresa e não vai afetar nossos negócios, afirma Santana.

Em termos recorrentes, a BM&FBovespa teve lucro de R$ 534,1 milhões nos últimos três meses do ano passado, contra R$ 373,2 milhões no mesmo período de 2014. No acumulado do ano, o resultado ajustado atingiu R$ 1,819 bilhão, uma alta de 23% sobre o ano anterior.

No quarto trimestre, a receita líquida da companhia teve alta de 1,8% sobre um ano antes, atingindo R$ 543,2 milhões, enquanto o resultado financeiro teve um salto de 436,2%, passando de R$ 54,1 milhões para R$ 289,8 milhões. No acumulado do ano, a receita atingiu R$ 2,216 bilhões, com ganhos de 9,2% em um ano, enquanto o resultado financeiro foi a R$ 508,8 milhões, uma alta de 144,4%.

Segundo o Diretor Executivo Financeiro, Daniel Sonder, o crescimento observado tanto na receita total como no lucro líquido em 2015 destaca a base diversificada de receitas com uma equilibrada exposição a produtos nos mercados de ações, taxas de juros e câmbio.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212