Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Papa condena expulsões arbitrárias de migrantes e refugiados - Jornal Brasil em Folhas
Papa condena expulsões arbitrárias de migrantes e refugiados


O Papa Francisco voltou a se pronunciar em favor de acolher e integrar os migrantes e refugiados que fogem da fome e da guerra, e condenou as expulsões arbitrárias decididas por vários países diante deste grave e crescente fenômeno.

Em uma mensagem que será pronunciada em janeiro por ocasião da Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, divulgada nesta segunda-feira (21), o papa argentino analisa o tema e propõe uma série de medidas concretas para aliviar a situação dos mais afetados.

Filho de migrantes italianos, o sumo pontífice é muito sensível a esse tema.

Considerando-se o cenário atual, acolher significa, acima de tudo, ampliar as possibilidades para que os emigrantes e refugiados possam entrar de modo seguro e legal nos países de destino, afirma Francisco, em sua mensagem.

Seria desejável um compromisso concreto para incrementar e simplificar a concessão de vistos por motivos humanitários e por reunificação familiar. Ao mesmo tempo, espero que um maior número de países adote programas de patrocínio privado e comunitário e abra corredores humanitários para os refugiados mais vulneráveis, acrescenta.

Seria conveniente, além disso, prever vistos temporários especiais para as pessoas que fogem dos conflitos para os países vizinhos, sugere o papa.

As expulsões coletivas e arbitrárias de migrantes e refugiados não são uma solução adequada, sobretudo, quando acontecem para países que não possam garantir o respeito à dignidade, nem aos direitos fundamentais, completa.

No texto, o papa não se refere a qualquer país, ou região, em particular.

Em nome da dignidade fundamental de cada pessoa, é necessário se esforçar para dar soluções que sejam alternativas à detenção dos que entram no território nacional sem estarem autorizados, afirma.

Francisco lembra que, desde o início de seu pontificado, pronunciou-se sobre esse fenômeno, como em sua visita à ilha italiana de Lampedusa. Ele cita o Evangelho de São Mateus, segundo o qual cada forasteiro que bate à nossa porta é uma ocasião de encontro com Jesus Cristo, que se identifica com o estrangeiro acolhido, ou rejeitado, em qualquer época da história.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212