Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Peru declara emergência sanitária após vazamento de petróleo em rios amazônicos - Jornal Brasil em Folhas
Peru declara emergência sanitária após vazamento de petróleo em rios amazônicos


O Peru declarou uma emergência sanitária pela qualidade de água dos rios amazônicos que abastecem milhares de pessoas em distritos afetados pelo recente vazamento de 2.000 barris de petróleo - de acordo com uma norma publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial.

O decreto declara em emergência sanitária a qualidade de água para consumo humano, no distrito de Imaza, província de Bagua na região amazônica, além dos distritos de Morona, Manseriche, Barranca, Pastaza e Cahuapana da província de Datem de Marañón, na região de Loreto.

Uma equipe da Direção Geral de Saúde Ambiental do Ministério da Saúde realizou avaliações da água e do solo de vários afluentes dos rios Morona e do importante rio Marañón, nas regiões Amazonas e Loreto (selva norte-oriental), em localidades impactadas pelos vazamentos de petróleo ocorridos em 25 de janeiro e 3 de fevereiro por falhas no oleoduto Norperuano administrada pela estatal PetroPerú.

O ministério informou que aumentou a vigilância sanitária dos sistemas de abastecimento de água, em coordenação com os governos regionais de Loreto e Amazonas.

Lamentavelmente, o vazamento deve chegar a 2.000 barris e afetou boa parte das correntes da área onde houve a ruptura, disse na segunda-feira a ministra de Minas e Energia peruana, Rosa María Ortiz, que sobrevoou a região do Amazonas, onde ocorreu a ruptura do oleoduto.

No dia seguinte, o presidente Ollanta Humala anunciou que os responsáveis serão punidos e que 90% do petróleo derramado foi recuperado.

 

Últimas Notícias

Temer sanciona MP 846 e o Brasil tem as apostas esportivas legalizadas
Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus
Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212