Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Petróleo cai após acordo pouco animador entre produtores - Jornal Brasil em Folhas
Petróleo cai após acordo pouco animador entre produtores


O petróleo caiu em Nova York, nesta terça-feira, depois que investidores receberam com pouco entusiasmo um acordo entre grandes produtores para manter sua oferta nos níveis atuais.

O barril de light sweet crude (WTI) para março baixou 40 centavos, a US$ 29,04, em Nova York.

Em Londres, o barril de Brent para abril baixou US$ 1,21, a US$ 32,18.

Junto com Venezuela e Catar, Arábia Saudita e Rússia - os dois maiores produtores mundiais de petróleo - acertaram congelar a produção, mas o anúncio não teve maior impacto nos mercados, que esperavam medidas de corte substanciais para reverter a queda dos preços do cru.

Os investidores desejavam uma redução da produção da Opep e de outros produtores (...) e isso não aconteceu, disse Mike Lynch, da firma Strategic Energy & Economic Research.

Rússia e Arábia Saudita já estavam produzindo quase no máximo, comentou James Williams, da WTRG Economics.

De modo que não é uma grande coisa dizer: não vamos produzir mais, completou.

Outros observadores avaliaram que o acordo não incluiu outros grandes produtores que integram a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), como o Iraque e, sobretudo, Irã.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212