Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Um em cada três americanos não dormem o suficiente, diz estudo - Jornal Brasil em Folhas
Um em cada três americanos não dormem o suficiente, diz estudo


Um em cada três americanos não dormem o suficiente, aumentando o risco de obesidade, diabetes, hipertensão arterial, doenças cardíacas e derrames - informaram as autoridades de saúde dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

Sono saudável é definido como pelo menos sete horas por dia para adultos com idades entre 18 e 60 anos, de acordo com o relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

As conclusões fazem parte do primeiro estudo a documentar as estimativas de duração do sono saudável auto-reportados para todos os 50 estados e no Distrito de Columbia, disse o CDC em seu Morbidity and Mortality Weekly Report.

Padrões de sono variaram em todo o país por localização e etnia, bem como segundo o emprego e estado civil, disse o estudo, baseado em entrevistas por telefone para números discados aleatoriamente.

As pessoas brancas são mais propensas a dormir o suficiente - com 67% dos brancos não-hispânicos declarando uma duração do sono saudável, em comparação com apenas 54%o dos afro-americanos.

Sessenta e seis por cento dos hispânicos e 63% dos asiáticos relataram dormir o suficiente por noite.

A menor proporção de adultos que dormiram adequadamente estava centrada no sudeste dos Estados Unidos, uma área que também tem a maior prevalência de obesidade e outras condições crônicas.

Estar desempregado ou estar doente também tornou mais difícil dormir para mais de metade dos entrevistados.

As pessoas com um nível de escolaridade universitário ou superior foram mais propensas a relatar padrões de sono saudáveis, 72%.

As pessoas casadas (67%) tinham maior propensão do que as nunca casadas (62%) ou divorciadas, viúvas ou separadas (56%) a ter pelo menos sete horas de sono por noite.

Como nação, não estamos dormindo o suficiente, disse Wayne Giles, diretor da Divisão de Saúde da População do CDC.

Mudanças de estilo de vida, como ir para a cama na mesma hora todas as noites, ou levantar-se no mesmo horário todas as manhãs e desligar ou remover televisores, computadores, dispositivos móveis do quarto, podem ajudar as pessoas a obter o sono saudável que precisam.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212