Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 BNDES diz que assembleia da JBS deve ocorrer sem conflito de interesses - Jornal Brasil em Folhas
BNDES diz que assembleia da JBS deve ocorrer sem conflito de interesses


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) reafirmou hoje (1º) sua posição no sentido que a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da JBS possa ocorrer sem conflito de interesses. A assembleia seria realizada nesta sexta-feira (1), mas foi adiada pela Justiça Federal.

O juiz Hong Kou Hen, da 8° Vara Federal de São Paulo, concedeu liminar acatando pedido da BNDES Participações (BNDESPAR), subsidiária do banco, e da Caixa Econômica Federal, declarando o impedimento do voto dos acionistas controladores da JBS em dois dos cinco itens da pauta da assembleia da companhia. Os dois itens tratam de medidas a serem tomadas pela empresa para responsabilização dos gestores por prejuízos causados à companhia e de autorização da JBS para indenizar seus administradores e mantê-los ilesos.

Em nota, o BNDES disse que não haverá prejuízo para a companhia se o prazo de 15 dias da suspensão judicial da realização da AGE da JBS for utilizado para garantir que a assembleia ocorra sem conflito de interesses.

Para a diretora de Mercado de Capitais do BNDES, Eliane Lustosa, que responde pela BNDESPAR, essa decisão judicial está em linha com o nosso objetivo de manter a assembleia para que a decisão seja tomada em busca do melhor para a companhia, afastado qualquer conflito de interesses.

O diretor jurídico do banco, Marcelo de Siqueira Freitas, acrescentou que a expectativa da instituição é que os controladores da JBS reconheçam o conflito de interesses e observem o que determina a Lei 6.404/76, conhecida como Lei das S.A. Freitas esclareceu que a “BNDESPAR somente buscou o Poder Judiciário porque o controlador ainda não reconheceu o seu conflito. Se não houver esse reconhecimento, a BNDESPAR vai tomar todas as medidas necessárias para resguardar a aplicação da legislação societária, disse.

O BNDES informou que mantém sua intenção de voto na assembleia, que foi divulgada no último dia 14 de agosto.

Outro lado

Também em nota, a J&F Investimentos, controladora da JBS, disse que “sempre esteve e seguirá aberta ao diálogo independentemente de qualquer decisão judicial. A companhia lamenta que o BNDES tenha instaurado o caminho judicial em detrimento do diálogo e reitera que se mantém aberta ao entendimento que preserve os melhores interesses da companhia. Por fim, J&F acredita que a JBS tem tomado as medidas corretas no tempo correto.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212