Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Oferta de esporte deveria ser obrigatória em universidades, defende confederação - Jornal Brasil em Folhas
Oferta de esporte deveria ser obrigatória em universidades, defende confederação


O curso pode ser matemática, direito ou filosofia, mas, para a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), todas as instituições de ensino superior deveriam ser obrigadas a oferecer atividades esportivas aos seus alunos. Na opinião do presidente da confederação, Luciano Cabral, o debate é necessário como parte da inclusão do esporte na educação brasileira.

A CBDU acha um absurdo instituições de ensino serem autorizadas a atuar sem ter equipamento esportivo proporcional ao número de alunos. Isso não ser obrigatório é negar o esporte dentro do ambiente educacional, defendeu Cabral, que retorna hoje (1º) ao Brasil, depois de ter acompanhado a Universíade de Taipei. Precisamos formar o atleta e corrigir o equívoco cultural que temos no país de que o esporte e a educação não estão associados.

Na visão do presidente da confederação, os alunos não devem ser obrigados a incluir o esporte em seu calendário acadêmico, mas as opções devem estar disponíveis, o que ajudaria no desenvolvimento do esporte universitário no país. As estruturas podem ser desde uma equipe de xadrez até um ginásio poliesportivo, já que a obrigatoriedade defendida pela CBDU deveria levar em conta o tamanho da instituição.

Uma das estratégias da CBDU para promover esse debate foi a candidatura de Brasília para sediar a Universíade de 2019. O Distrito Federal chegou a ser escolhido como sede em 2013, mas renunciou à candidatura no fim de 2014, o que transferiu o evento para Nápoles, na Itália. Segundo a Federação Internacional do Esporte Universitário, a decisão foi justificada por dificuldades financeiras.

O brasileiro precisa descobrir a Universíade, saber que 70% das medalhas olímpicas passam por ela.

Participação do Brasil

Cabral avaliou positivamente a participação do Brasil na Universíade de 2017, disputada em Taipei entre 19 e 30 de agosto. O país terminou na 28ª colocação no quadro geral de medalhas, mas aumentou o número de pódios em relação às três edições anteriores. Para o presidente da CBDU, mesmo onde não houve pódios, houve avanços.

Temos uma quantidade enorme de atletas que chegaram às finais no atletismo e da natação. Nós avançamos muito. Onde não conquistamos medalhas, nos posicionamos muito acima dos últimos resultados.

A delegação recorde de 181 atletas tinha 19 que participaram da Olimpíada do Rio de Janeiro. Alguns imprevistos, porém, prejudicaram o resultado: Maicon Andrade se machucou e não conseguiu disputar a final no taekwondo; Allan do Carmo e Viviane Jungblut passaram mal com a alta temperatura da água e perderam posições no fim da maratona aquática; e Aldemir Gomes foi desclassificado da final dos 200 metros rasos após árbitros identificarem que ele tinha pisado na faixa durante a semifinal.

Além das finais disputadas, o presidente da CBDU destacou o ouro do futebol feminino - o primeiro em 12 anos - e o desempenho do judô, que conquistou sete medalhas. Para Cabral, o Brasil foi à Universíade com uma geração formada nos preparativos para a RIo 2016, que já não se deslumbra com grandes eventos.

O grande desafio é manter isso para o futuro, continuar avançando. Precisamos buscar outros estímulos. Todo mundo tem que discutir isso, confederações, ministério. Os resultados não podem cair depois da Olimpíada. Alguns países cometeram esse erro, e não podemos cometer também.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212