Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Na China, Temer diz que Brasil está comprometido com o multilateralismo - Jornal Brasil em Folhas
Na China, Temer diz que Brasil está comprometido com o multilateralismo


O presidente Michel Temer reiterou hoje (5) a abertura do Brasil ao mundo e defendeu um sistema internacional baseado em regras definidas coletivamente. “O compromisso do Brasil com o multilateralismo é inequívoco”, disse, em discurso no Diálogo de Economias Emergentes e Países em Desenvolvimento do Brics, grupo formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul.

A reunião com os cinco líderes do Brics mais os presidentes do Egito, da Guiné, do México, do Tadjiquistão e da Tailândia foi o último compromisso de Temer em sua viagem de seis dias à China. O presidente já embarcou da cidade chinesa de Xiamen para Brasília, onde a chegada está prevista para amanhã (6).

Temer reafirmou a convicção do Brics com o fortalecimento da Organização Mundial do Comércio e com a implementação do Acordo de Paris sobre Mudança do Clima. “O Brasil soma sua voz às daqueles que prestigiam o diálogo, que se apegam ao primado do Direito, que atuam sob o signo da cooperação”, disse.

Ainda segundo ele, o desenvolvimento sustentável deve ser necessariamente compartilhado. “É ilusão acreditar que possa haver desenvolvimento para uns e não para outros. É um equívoco pensar que seja viável, no longo prazo, este mundo em que ilhas de prosperidade e bem-estar convivem com a exclusão da maioria”, afirmou.

Cúpula do Brics

Como anfitrião da 9ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do Brics, o presidente chinês Xi Jinping, em seu discurso final aos líderes dos mercados emergentes, informou que a China vai destinar US$ 500 milhões para um fundo de assistência de cooperação Sul-Sul. “O dinheiro será usado para ajudar outros países em desenvolvimento a fazer frente a desafios como fome, refugiados e mudanças climáticas”, disse Xi.

O presidente chinês lembrou que os países emergentes responderam por 80% do crescimento global no ano passado, tornando-se os principais motores da economia mundial. Nesse sentido, ele pediu esforços das nações em desenvolvimento para aumentar sua representatividade na governança econômica global, a fim de “promover uma ordem internacional mais justa e equitativa”.

Xi Jinping também ressaltou a necessidade de os membros do Brics aumentarem a confiança estratégica mútua e reforçarem a cooperação nas áreas de política e segurança. Ontem, na Declaração de Xiamen, os líderes condenaram os testes nucleares norte-coreanos.

A próxima cúpula do Brics, em 2018, será na África do Sul.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212