Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Opep: produção de petróleo cai em agosto, reequilíbrio a caminho - Jornal Brasil em Folhas
Opep: produção de petróleo cai em agosto, reequilíbrio a caminho


A produção de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) caiu em agosto, anunciou o cartel nesta terça-feira, um sinal de que a oferta e a procura podem estar caminhando para o equilíbrio.

A produção dos 14 membros do grupo foi de 32,755 milhões de barris por dia (bpd) no mês passado, após registrar 32,834 milhões bpd em julho, disse um relatório que cita fontes secundárias.

A Opep e outros grandes produtores, inclusive a Rússia, concordaram em maio em estender um acordo de corte da produção até 2018, para reduzir a oferta global da commodity e estimular o preço do petróleo.

Em agosto, a produção subiu na Nigéria, que foi liberada do controle da produção, disse a Opep.

Ela caiu na Líbia e na Venezuela, dois países que enfrentam crises políticas domésticas, bem como no Iraque.

Está claro que o processo de reequilíbrio está acontecendo, apoiado pelos altos níveis de conformidade de países membros da Opep e países participantes com os ajustes de produção, disse o secretário-geral do cartel, Sanusi Barkindo, em um discurso nesta segunda-feira em Oxford.

A Opep revisou para cima sua estimativa de demanda global de petróleo neste ano em 1,42 milhões bpd, para 96,77 milhões bpd. A demanda ainda pode crescer mais 1,35 milhão bpd em 2018, com países desenvolvidos consumindo mais petróleo que o estimado inicialmente.

A demanda por petróleo foi bem robusta em 2017, especialmente nas Américas e na Europa, diz o relatório.

Sobre o impacto da tempestade Harvey na produção petrolífera, a Opep disse que a indústria energética dos Estados Unidos parece estar se recuperando depressa.

Apesar dos esforços para reduzir a produção, o barril de petróleo tem penado para ficar acima dos 50 dólares durante um período considerável.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212