Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Exposição no antigo Cassino da Urca marca revitalização do prédio histórico - Jornal Brasil em Folhas
Exposição no antigo Cassino da Urca marca revitalização do prédio histórico


Aberta neste sábado (9) a exposição A Invenção da Praia: Cassino, ocupa todo o espaço da sala principal do antigo Cassino da Urca, na Praia da Urca, com intervenções de 12 artistas: Bruno Faria, Caio Reisewitz, Chiara Banfi, Giselle Beiguelman, Katia Maciel, Laercio Redondo, Laura Lima, Lula Buarque de Hollanda, Maria Laet, Mauricio Adinolfi, Nino Cais e Sonia Guggisberg. Localizado no bairro da Urca, zona sul da cidade, o prédio está sendo restaurado, e as intervenções interagem com o aspecto de “ruína” do local.

A curadora, Paula Alzugaray, explica que o conceito da exposição partiu de um desenho da arquiteta Lina Bo Bardi, que projetou prédios icônicos como o Museu de Arte de São Paulo (Masp) e o Sesc Pompéia, ambos na capital paulista, para o projeto Um Museu à Beira do Oceano, que seria construído na Praia de São Vicente, no litoral sul do estado, para abrigar uma coleção de arte brasileira. A obra não foi executada, mas Paula diz que a ideia será posta em prática na Urca.

“O museu de Lina não saiu do papel, mas o edifício que, de 1933 a 1946, abrigou o Cassino da Urca, construído sobre as areias da Praia da Urca, será convertido em um autêntico museu à bBeira do oceano, com trabalhos de 12 artistas brasileiros, pensados e realizados especificamente para o local”, diz a curadora da exposição.

Paula foi responsável por outra mostra com a mesma inspiração, em abril de 2014, no Paço das Artes, em São Paulo. Desta vez, o projeto integra arte, memória, ficção e arqueologia. “Doze artistas foram convidados a escavar o passado, desenterrar mistérios e reescrever as histórias do edifício e de seus personagens, por meio de trabalhos realizados em performance, som, instalação, fotografia, texto e publicação.”

Intervenções

Entre as intervenções que compõem A Invenção da Praia: Cassino, Bruno Faria traz a obra Ao Vivo, com o áudio de um show que Carmen Miranda fez no antigo teatro do Cassino da Urca; Caio Reisewitz traz fotografias feitas nas ruínas do Cassino da Urca e na Praia do Cassino, no Rio Grande do Sul; Giselle Beiguelman reproduziu objetos de moradores do bairro em forminhas de areia. Os participantes do projeto fizeram com essas forminhas esculturas na praia durante a abertura da exposição. Com Alto-Mar, Katia Maciel promoverá sessões de leitura de poemas com essa temática, composto por 26 mulheres.

“Nem Penélopes, nem sereias: poetas mulheres estão reunidas como modo de amplificar a voz feminina na poesia contemporânea brasileira, que vive hoje um momento sem precedentes. As ruínas do cassino colocam as leituras entre a performance e a instalação em que o que é dito implica o lugar no gesto poético. Palco de outros carnavais, os restos de arquitetura abrigam uma atmosfera de passado que se alinha à experiência da tertúlia [reunião com palestra literária]contemporânea”, explica Kátia.

Lula Buarque de Hollanda trouxe a obra Arrastão, que traça um paralelo entre os arrastões nas praias cariocas nos anos 1990 e nos últimos anos e os arrastões de pescadores no Benim, país africano. “O balé coreografado do arrastão das praias do Rio burla a ordem estabelecida, enquanto o outro, em Cotonou [maior cidade do Benim], garante o alimento para as comunidades a partir da natureza, diz o artista. É um trabalho de equipe, feito por coletivos de homens que estão conectados historicamente, convivem no mesmo tempo, mas em estruturas sociais completamente diferentes.

A ideia da instalação é trazer uma sensação paradisíaca, como se estivéssemos na praia, em um dia esplendoroso de praia de domingo, junto ao sol e à natureza, e perceber a possibilidade de ser arrastado para dentro da rede da violência e terror a qualquer momento. No meio de uma das piores crises da sua história, o Brasil vive um momento de repensar a sua identidade”, acrescenta.

A exposição A Invenção da Praia: Cassino pode ser visitada até o dia 16 deste mês, segunda a sexta-feira das 16h às 22h. Aos sábados, a visitação vai das 12h às 17h, e a entrada é franca.

História

Construído em 1932, o prédio abrigou inicialmente o Hotel Balneário, depois transformado pelo empresário Joaquim Rolla no Cassino da Urca, que funcionou de 1933 a 1946, quando os jogos foram proibidos. Grandes nomes da música popular na década de 40, como a cantora Carmem Miranda, passaram pelo palco do cassino.

Em seguida, o local foi comprado pelos Diários Associados e adaptado para receber os estúdios da TV Tupi, que ficou no local de 1951 até 1980, quando encerrou suas transmissões. Até 1990, o prédio funcionava com escritórios, e foi retomado pela prefeitura. Em 2006 o prédio foi cedido por 50 anos ao Istituto Europeo di Design (IED), com sede em Milão, tendo como contrapartida a reforma do local.

O conjunto é formado por dois prédios interligados por uma passarela. A construção do lado da praia já foi reformada e está ocupada pelo IED. A exposição foi instalada no outro prédio, que já teve as intervenções arquitetônicas da parte interna removidas e vai passar pela restauração dos aspectos originais da fachada, além da modernização para instalação do IED Lab – Centro de Inovação em Design. O antigo teatro abrigará um moderno auditório para múltiplos usos.

O local recebeu no ano passado a peça Fim de Jogo, de Samuel Beckett; em maio deste ano, a exposição Ambientes Infláveis, dos artistas Hugo Richard e Natali Tubenchlak; e em junho, o desfile de fim de curso da quarta turma de Design de Moda do IED.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212