Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Projeto de recuperação judicial de empresa segue para o Congresso, diz Meirelles - Jornal Brasil em Folhas
Projeto de recuperação judicial de empresa segue para o Congresso, diz Meirelles


O projeto de lei de recuperação judicial para empresas com dificuldades financeiras está finalizado, passará por análise dos órgãos técnicos do governo e será encaminhado para o Congresso até a próxima semana, declarou hoje (14) o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

O ministro participou da cerimônia de premiação do Empresas Mais, evento promovido pelo jornal O Estado de S.Paulo, na capital paulista. O projeto traz avanços em relação à lei atual de falências no Brasil, pois vai dar celeridade e permitir que as empresas em dificuldade saiam do processo de recuperação judicial, tomem crédito e voltem a crescer.

PIB

O ministro admitiu que poderá rever as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, para este ano e para 2018. A previsão para este ano é que o PIB cresça 0,5% em média, aproximando-se de 1%.

“Estamos, na Fazenda, num processo de observação, análise, cálculos, para saber se é, de fato, justificável uma revisão para cima. As projeções têm um viés de alta”, declarou. “Aprovada toda a agenda de reformas até final do ano que vem, teremos, pelas próximas décadas, a possibilidade de crescer uma faixa de 3,5%, em média, podendo chegar a níveis superiores”, explicou.

Candidatura

Meirelles comentou sobre uma possível candidatura à presidência. “A realidade é que estou 100% do tempo concentrado como ministro da Fazenda. Depois da recessão enorme, estamos começando a crescer. É muito importante um foco absoluto e total, primeiro na recuperação e aprovação das reformas fundamentais da economia. Este é o meu foco e, na minha vida, não fico pensando no futuro e hipóteses”.

O ministro disse que não houve convite formal do PSD, mas uma manifestação de parlamentares que são favoráveis à sua candidatura. “Eu me senti honrado com os elogios, o reconhecimento do meu trabalho. Tudo no seu devido tempo. Vamos aguardar, temos muito trabalho à frente e muita coisa para acontecer em todas as áreas. Eu não perco muito tempo pensando em algo que pode acontecer”, argumentou.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212