Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chefe do FMI insiste no impacto econômico da corrupção - Jornal Brasil em Folhas
Chefe do FMI insiste no impacto econômico da corrupção


Cada vez mais integrantes do Fundo Monetário Internacional (FMI) reconhecem que a corrupção é um problema macroeconômico de envergadura em vários países, declarou sua diretora-gerente, Christine Lagarde, insistindo em que é preciso avaliar melhor este problema.

Está claro que a corrupção sistemática compromete a capacidade dos Estados para gerar crescimento inclusivo e superar a pobreza, afirmou Lagarde em um discurso na Brookings Institution, em Washington.

É uma força corrosiva que inviabiliza as empresas e freia o potencial econômico de um país, acrescentou.

O custo anual dos subornos - apenas um aspecto da corrupção - é calculado entre 1,5 y 2 trilhões de dólares, aproximadamente 2% do Produto Interno Bruto global.

Estes custos são apenas a ponta do icebergue; os impactos em longo prazo são muito mais profundos, acrescentou.

Para uma melhor análise e a avaliação da corrupção são necessárias novas metodologias, indicou Lagarde, apesar de admitir que podem passar anos até que as novas políticas sejam eficazes.

Da mesma forma, indicou que alguns governos veem a corrupção como um problema político, não econômico, por isso são contrários a se comprometer com a causa.

No entanto, considerou que esse não é motivo para deixar de pressionar.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212