Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Cáritas relata aumento de desnutrição em crianças pobres da Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Cáritas relata aumento de desnutrição em crianças pobres da Venezuela


Um relatório da organização Cáritas revelou nesta quinta-feira um aumento da desnutrição infantil em comunidades pobres da Venezuela devido à escassez de alimentos e à inflação mais alta do mundo.

O estudo desta ONG vinculada à Igreja Católica assinala que a proporção total de crianças menores de cinco anos com déficit nutricional em alguma de suas formas aumentou de 54% em abril para 68% em agosto.

As cifras são resultado de um monitoramento em 32 localidades empobrecidas dos estados de Vargas, Miranda e Zulia - estes dois últimos os mais povoados do país -, onde a Cáritas desenvolve programas de assistência humanitária.

Do total de crianças afetadas, 14,5% apresentou desnutrição aguda global (que abarca as variações moderada e severa), diante dos 11,4% do período compreendido entre março e abril, acrescentou o relatório, sem precisar a amostragem.

O estudo anterior avaliou 1.069 crianças, incluindo moradores de Caracas.

A média dos registros de todas as paróquias está muito perto do nível de emergência (15% das crianças com desnutrição aguda global). No entanto, este nível já foi alcançado nas paróquias de Zulia, adverte o relatório.

A Cáritas também indicou que 21% dos menores de idade que fizeram acompanhamento - medindo sua altura e peso - têm desnutrição leve; 32,5% estão em risco de desnutrição (começaram a piorar) e 32% não têm déficit nutricional.

A Venezuela enfrenta uma escassez crônica de alimentos por conta da queda do preço de petróleo, fonte de 96% das divisas neste país dependente das importações.

Devido a isso, o governo vem aplicando um forte corte em suas compras externas, que cairão 32% neste ano, após uma baixa de 50% em 2016, segundo a consultora Ecoanalítica.

A Cáritas também atribuiu o aumento da desnutrição à inflação, que segundo o FMI encerrará este ano em 720%.

De acordo com o relatório, o custo de uma cesta básica subiu em média 23,6% por mês.

 

Últimas Notícias

Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212