Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Para China, diálogo é a única saída diante da Coreia do Norte - Jornal Brasil em Folhas
Para China, diálogo é a única saída diante da Coreia do Norte


O ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, disse nesta quinta-feira que a negociação continua sendo a única alternativa para frear o programa militar e nuclear da Coreia do Norte, após a reticência dos Estados Unidos e do Japão para retomar o diálogo com Pyongyang.

Ainda há esperança de paz e não devemos nos dar por vencidos. A negociação é a única saída e merece todos os esforços, disse Wang ante a Assembleia Geral da ONU.

Pedimos a todas as partes que tenham um papel construtivo no alívio das tensões. As partes devem estar na metade do caminho, cada uma atendendo as suas legítimas preocupações, disse.

Dois dias antes, em seu discurso na ONU, o presidente americano, Donald Trump, ameaçou destruir totalmente a Coreia do Norte em caso de se chegar a um conflito bélico.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, também disse que seria inútil iniciar outra rodada de diálogos depois que a Coreia do Norte realizou recentemente o seu sexto teste nuclear e lançou mísseis que sobrevoaram o Japão.

A China, única nação asiática cujo arsenal nuclear é reconhecido sob o Tratado de Não Proliferação, advertiu contra o desenvolvimento de armas nucleares ante o crescente chamado da Coreia do Sul e do Japão de poder ter as suas próprias armas para se defender.

Não deveria existir novos Estados dotados com armas nucleares, tanto no norte como no sul da península (coreana), como no nordeste da Ásia, ou em outras partes do mundo, disse Wang.

A China é o único país com maior influência sobre Pyongyang, de quem é aliado econômico, mas teme as consequências de um colapso do governo de Kim Jong-Un.

Wang, cujo país recebeu insistentes pedidos dos Estados Unidos de tomar um posicionamento mais duro contra Pyongyang, disse em seu discurso que a Coreia do Norte não deve avançar em uma direção perigosa.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212