Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aliança árabe-curda expulsa o Estado Islâmico de usina de gás na Síria - Jornal Brasil em Folhas
Aliança árabe-curda expulsa o Estado Islâmico de usina de gás na Síria


A aliança antiextremista apoiada por Washington na Síria anunciou neste sábado (23) ter expulsado o grupo Estado Islâmico (EI) de uma importante usina de processamento de gás na província de Deir Ezzor, no leste do país.

Antes da guerra, a usina de Conoco era a maior responsável pela produção de gás na Síria, com uma capacidade de 13 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, segundo a Syria Report, uma revista econômica online.

Essas instalações acabaram nas mãos dos rebeldes sírios em 2012, e no poder do EI em 2014.

As Forças Democráticas Sírias (FDS) conseguiram retomar o controle da usina de gás de Conoco ao norte da província de Deir Ezzor após dois dias de combate contra o EI, indicou a aliança árabe-curda em comunicado publicado.

A ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) confirmou a retomada da usina e ressaltou que o campo adjacente também foi reconquistado. As FDS não confirmaram essa última informação.

Deir Ezzor possui as maiores reservas petrolíferas do país. última província controlada pelo EI na Síria, é atualmente cenário de fortes ofensivas contra os extremistas.

Umas delas lançada pelo exército sírio, ajudada pela força aérea russa, e a outra pelas FDS, auxiliada pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Construída em 2001, a usina de Conoco era propriedade conjunta da companhia americana ConocoPhillips e da francesa Total, antes da empresa americana se retirar em 2005 e ceder a fábrica à companhia estatal síria.

O EI se enriqueceu com os meios de produção de petróleo e gás no leste da Síria, parte que conquistou em 2014, antes de que esses locais se tornassem alvo de bombardeios da coalizão liderada por Washington.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212