Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Avião da Lufhtansa sequestrado há 40 anos volta à Alemanha - Jornal Brasil em Folhas
Avião da Lufhtansa sequestrado há 40 anos volta à Alemanha


O Landshut, o avião sequestrado em 1977 em nome da Facção do Exercito Vermelho (RAF) e abandonado no Brasil durante uma década, chegou à Alemanha neste sábado para se transformar em peça de museu e símbolo da resistência ante o terrorismo.

O chamado Outono alemão, um período sangrento de atentados da extrema-esquerda na Alemanha, terminou quando o voo 181 da Lufthansa foi sequestrado em 13 de outubro de 1977 por um comando da Frente Popular de Libertação da Palestina (FPLP), que pedia a liberdade de membros da RAF, mais conhecido como o grupo Andreas Baader.

Com 86 passageiros e cinco tripulantes a bordo, o voo 181, que decolou de Palma de Mallorca (Espanha) com destino a Frankfurt, foi forçado a fazer cinco paradas em cinco países diferentes.

A jornada terminou no aeroporto de Mogadíscio, na Somália, com o assalto das forças de elite alemãs. Três sequestradores morreram, assim como o piloto do avião.

Após a tragédia, a aeronave permaneceu em serviço, passando por várias companhias aéreas, depois de ser vendida pela Lufthansa em 1985.

A última companhia foi a cearense TAF, que comprou o avião em 2002, sem ter ideia do seu valor histórico. Por dez anos, esteve estacionado na pista do aeroporto de Fortaleza.

Para recordar os quarenta anos do sequestro, a Alemanha decidiu adquirir e repatriar o Landschut, de aproximadamente 8,5 toneladas, para exibi-lo em um museu aeronáutico.

O desmonte completo, realizado por uma equipe de engenheiros alemães enviados especialmente para a missão, durou várias semanas e ele foi repatriado a bordo de um avião de carga russo Antonov 225, o maior do mundo.

Centenas de pessoas acompanharam a chegada do aparelho a Friedrichshafen, às margens do lago Constanza, entre elas um dos policiais alemães que libertou o reféns, Aribert Martin.

Este é símbolo vivo de uma sociedade livre que rejeita ceder ao medo e ao terror, explicou o chanceler alemão Sigmar Gabriel, que aprovou a compra da aeronave por 20.000 euros.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212