Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Américas eliminam tétano materno e neonatal - Jornal Brasil em Folhas
Américas eliminam tétano materno e neonatal


As Américas conseguiram eliminar o tétano materno e neonatal, que causava a morte de mais de 10 mil recém-nascidos por ano na região, informou nesta quinta-feira a Organização Pan-americana da Saúde (OPS), pedindo aos países que mantenham a vacinação generalizada.

Este ano se declarou a eliminação da doença no Haiti, o que permitiu alcançar a meta regional, informou o organismo em um comunicado.

O tétano neonatal ocorre quando o recém-nascido se infecta com a bactéria C. tetani, frequentemente pela falta de esterilização ou no corte do cordão umbilical.

Para evitá-lo, além de seguir recomendações de higiene durante o parto e depois, as grávidas devem tomar a vacina antitetânica, cuja aplicação generalizada começou no continente americano nos anos 1970.

A eliminação do tétano materno e neonatal constitui outra prova de que as vacinas funcionam, disse Carissa Etienne, diretora da OPS, em um comunicado.

O tétano materno e neonatal é a sexta doença evitável mediante vacinação eliminada na região, após a erradicação da varíola em 1971, da poliomielite em 1994, da rubéola e da síndrome da rubéola congênita em 2015 e do sarampo em 2016, acrescentou o texto.

A OPS esclareceu que o tétano não pode ser plenamente erradicado porque a bactéria causadora está presente em todo o ambiente, tanto no solo quanto nas fezes de muitos animais.

Diferentemente de outras doenças evitáveis mediante vacinação, o tétano materno e neonatal é considerado eliminado quando a taxa anual é de menos de um caso por 1.000 nascidos vivos em nível distrital, explicou.

Segundo a OPS, 43 países eliminaram o tétano materno e neonatal entre o ano 2000 e junho de 2017. No mundo há 16 países que ainda não eliminaram a doença.

Por isso, o organismo recomendou a todos os países da região intensificar seus esforços para manter em 95% a cobertura da vacinação materna contra o tétano, conforme o recomendado.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212