Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo federal lança calendário turístico para tirar Rio da crise - Jornal Brasil em Folhas
Governo federal lança calendário turístico para tirar Rio da crise


Autoridades do governo federal anunciaram hoje (24) o Programa Rio de Janeiro a Janeiro, que será implementado em parceria com o governo estadual e a prefeitura do Rio para viabilizar a realização de um calendário turístico anual com cerca de cem eventos estratégicos nas áreas de cultura, esporte, turismo e negócios.

O lançamento teve a participação de autoridades federais, estaduais e municipais, além de empresários do setor e ocorreu no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, zona Oeste da cidade, palco do Rock in Rio.

O ministro da Secretária-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, destacou o fato de o Rio de Janeiro, por ser considerado a porta de entrada do país, mobilizou todas as esferas de governo para estabelecer uma política de segurança pública capaz de garantir segurança, tranquilidade e paz à comunidade fluminense e aos visitantes.

O Programa de Apoio à Recuperação do Rio de Janeiro tem três frentes: segurança pública do estado, recuperação fiscal e desenvolvimento (com focos na geração de emprego e renda e politica social).

Ao falar sobre o cerco à Rocinha, iniciado esta semana com o apoio das Forças Aramadas, Moreira Franco disse que é a medida vai durar o tempo necessário para garantir a segurança na comunidade.

“Não vai durar um governo, não tem um prazo de três anos, mas sim o tempo necessário para que se consiga construir uma base de segurança pública no Rio de Janeiro capaz de garantir segurança, tranquilidade e paz à sua comunidade.”

O programa lançado neste domingo, segundo o ministro, pretende “restabelecer um ambiente de segurança e confiança” no Rio de Janeiro, tanto para moradores quanto para turistas.

Calendário

O calendário turístico do Programa Rio de Janeiro a Janeiro tem cerca de cem ações. “A ideia é, por meio do calendário, uma ação sistemática para que os eventos sejam não só viabilizados, mas que possam crescer. Estamos demandando que os promotores e organizadores destes eventos façam planos de expansão para que possamos buscar fontes de recursos para financiar uma expansão de modo que os eventos se tornem mais atraentes e tragam mais turistas e mais investimentos e representem melhor a cidade”, disse o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

O governo federal vai apoiar os eventos do calendário com um aporte de R$ 150 milhões, por meio de patrocínios de empresas estatais e das leis de incentivo à Cultura e ao Esporte. “Vamos também procurar fazer com que o estado e o município e os empresários do setor também façam a sua parte. O calendário é uma ação integrada, sinérgica, convergente de esforços do Poder Público e da sociedade civil visando a geração de desenvolvimento no estado e na cidade do Rio de Janeiro”, disse o ministro.

O calendário do Rio de Janeiro a Janeiro começará oficialmente no Revéillon 2017/2018. Entre os eventos da lista, também estão o Carnaval, a tradicional Corrida de São Sebastião, o Rio Montreux Jazz Festival, o Game XP e o Rei e Rainha do Mar.

Os cerca de cem eventos pré-selecionados representam um investimento total de R$ 1 bilhão. Haverá forte campanha publicitária em diversos meios, no Brasil e no exterior, para a divulgação do Rio de Janeiro a Janeiro.

Segundo estimativa da Fundação Getulio Vargas, o programa deve aumentar em 20% o fluxo de turismo no Rio de Janeiro, injetando cerca de R$ 6,1 bilhões na economia fluminense e gerando 170 mil empregos. Também participaram da apresentação do programa o ministro do Turismo, Marx Beltrão, o governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito Marcelo Crivella e o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212