Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 MP e Receita fazem operação contra sonegação na venda de produtos do Rock in Rio - Jornal Brasil em Folhas
MP e Receita fazem operação contra sonegação na venda de produtos do Rock in Rio


O Ministério Público e a Receita Estadual do Rio de Janeiro cumprem hoje (26) três mandados de busca e apreensão em empresas licenciadas para comercializar produtos oficiais do festival Rock in Rio. O evento acabou no último domingo (24) e reunião milhões de pessoas.

Batizada de SimplesMENTE, a operação busca colher provas para sustentar a denúncia de sonegação de mais de R$ 4 milhões em imposto estadual, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS). As investigações começaram depois que o serviço de inteligência do fisco identificou a criação fraudulenta de várias pequenas empresas enquadradas no regime tributário Simples Nacional, com objetivo de diluir as operações financeiras do grupo e pagar menos impostos. O MP conseguiu demonstrar que todas estão ligadas ao mesmo grupo, o Angra Marcas & Merchandising, que ainda não se pronunciou sobre a operação.

O Simples foi criado como um regime tributário diferenciado para empresas com receita bruta anual limitada. A meta era facilitar a relação das micro e pequenas empresas com o fisco. O regime também descomplica o cumprimento de obrigações trabalhistas e previdenciárias.

A Agência Brasil entrou em contato com a Angra Marcas & Merchandising por e-mail e por telefone e aguarda posicionamento sobre a denúncia. As empresas venderam no Rock in Rio mais de 700 produtos oficiais com a marca do festival como bonés, copos e chaveiros, em diversos pontos espalhados pela cidade e no Parque Olímpico da Barra, onde ocorreram as apresentações de atrações nacionais e internacionais.

Os mandados foram expedidos pela 43ª Vara Criminal da Capital e são cumpridos pela Polícia Civil nas sedes das sete empresas envolvidas e em um escritório de contabilidade.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212