Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Zika sofreu mutação em 2013 que levou a provocar microcefalia - Jornal Brasil em Folhas
Zika sofreu mutação em 2013 que levou a provocar microcefalia


O zika circula no planeta há décadas, mas só recentemente começou a causar malformações congênitas devido a uma única mutação que o vírus, transmitido por mosquitos, provavelmente sofreu em 2013, disseram pesquisadores nesta quinta-feira.

O estudo, publicado na revista americana Science, explica pela primeira vez como este vírus antes relativamente inofensivo se transformou em uma ameaça global para a saúde.

Acredita-se que a mutação em uma de suas proteínas estruturais, chamada pRM, ocorreu antes do surto de 2013 na Polinésia Francesa, destaca o estudo.

Essa mudança no revestimento protetor do patógeno tornou o zika mais propenso a matar células cerebrais em desenvolvimento em camundongos e em pessoas, em comparação com versões mais antigas do vírus, mostraram experiências.

A mudança, conhecida como S139N, que envolveu a substituição de um aminoácido serina por um aminoácido arginina, foi uma das muitas mudanças que o vírus Zika sofreu em todo o seu genoma entre 2010 e 2016, afirmou o estudo.

O zika foi detectado pela primeira vez em um macaco em Uganda em 1947. Nas pessoas, era conhecido por causar apenas sintomas leves e passageiros.

Mas em 2015, o Brasil - o país mais atingido pelo surto - registrou os primeiros casos de bebês nascidos com cabeças de tamanho abaixo da média. Esta condição, conhecida como microcefalia, foi mais tarde relacionada à infecção por zika em grávidas.

O zika hoje está presente em 84 países. O vírus é contagioso e pode ser transmitido pela picada de um mosquito infectado e, com menos frequência, por contato sexual.

A Organização Mundial da Saúde declarou o zika uma emergência internacional de saúde pública em fevereiro de 2016, e suspendeu esse status em novembro do mesmo ano.

O zika é particularmente perigoso para mulheres grávidas, visto que pode causar microcefalia e outras malformações congênitas em fetos, e em adultos aumenta o risco de desenvolver a síndrome de Guillain-Barré.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212