Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Referendo curdo afeta luta contra Estado Islâmico - Jornal Brasil em Folhas
Referendo curdo afeta luta contra Estado Islâmico


O referendo sobre a independência do Curdistão afeta a luta contra o grupo Estado Islâmico (EI), já que desvia a atenção dos combatentes árabes e curdos, aliados até agora contra os extremistas, avaliou nesta quinta-feira o porta-voz da coalizão internacional, coronel Ryan Dillon.

O objetivo, que era como um raio laser dirigido contra o EI, já não é mais 100%, indicou o responsável americano durante uma videoconferência no Pentágono.

Há muitas posições que são tomadas, muitas coisas que são ditas sobre o que pode acontecer, acrescentou. O referendo teve um efeito sobre a missão global, que é derrotar o EI no Iraque.

Bagdá anunciou nesta quinta-feira a suspensão, a partir de sexta, de todos os voos internacionais de e para o Curdistão, uma medida de represália após o referendo realizado na segunda-feira pelos curdos sobre a independência, apesar da oposição do governo iraquiano.

As Forças Democráticas Sírias (FDS), que lutam para recuperar os últimos redutos extremistas em Raqa, a capital de fato do EI no norte da Síria, são compostas por combatentes árabes e curdos.

No Iraque, as forças curdas são aliados-chave da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, e com sua ajuda conseguiram retirar os extremistas das zonas fronteiriças do Curdistão.

Os peshmergas, combatentes curdos, participaram da batalha na província de Nínive, onde fica Mossul, reconquistada em 10 de julho pelas forças iraquianas.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212