Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Paris inaugura o Museu Yves Saint Laurent - Jornal Brasil em Folhas
Paris inaugura o Museu Yves Saint Laurent


Yves Saint Laurent entrou para a história como o estilista do século XX que transgrediu os códigos para empoderar a mulher. Agora Paris abre as portas da maison onde ele confeccionou sua revolução na moda.

O novo museu, em um palacete com grandes janelas em uma esquina da luxuosa avenida Marceau, convida a um mergulho no mundo da alta-costura, em uma época que as mulheres ricas encomendavam roupas sob medida para cada ocasião do dia.

Entre 1974 e 2002, Saint Laurent trabalhou nas salas do palacete as coleções que transformaram para sempre o vestuário feminino. Foi seu companheiro e cofundador da marca, Pierre Bergé, que morreu neste mês, que se empenhou para transformar esse recanto histórico em um museu.

A cidade de Marrakech, em que o estilista francês nascido na Argélia passou longas temporadas até sua morte em 2008, também abrirá em 19 de outubro um museu em sua homenagem.

- Demitido da Dior -

Saint Laurent, que se tornou o diretor artístico mais jovem do mundo quando assumiu, aos 21 anos, o cargo na Dior, criou sua própria marca junto a Pierre Bergé quatro anos depois, em 1961.

A marca de alta-costura o demitiu um ano antes da abertura de sua marca, após seis coleções, cada uma mais vanguardista que a outra - a última incluía uma inédita jaqueta de couro -, oficialmente porque o estilista sofreu uma depressão após ter sido convocado para lutar na guerra da Argélia.

A ascensão de Saint Laurent foi brilhante. Em 1972, outro ícone revolucionário daqueles anos difíceis, Andy Warhol, o imortalizou com quatro retratos serigrafados, que abrem a visita ao museu.

A famosa frase de Bergé, Chanel deu a liberdade à mulher, Saint Laurent lhe deu o poder é vista em seguida, junto à exposição das quatro peças principais que o estilista criou para a mulher, apropriando-se do guarda-roupa masculino.

O smoking, a jaqueta saariana, a gabardina (ou trench coat, casaco usado na guerra) e o macacão (inspirado nos usados pelos aviadores) foram constantes nas coleções do estilista, que tem cerca de 7.000 peças de alta-costura conservadas no museu.

Somente 50 estão em exposição, mas as peças serão trocadas de tempos em tempos para preservar os tecidos, muito sensíveis à exposição na luz.

- Tailleur intacto -

O homem que quis acompanhar a mulher nesse grande movimento de libertação do século XX trabalhava em um ateliê conservado intacto, com um grande espelho onde avaliava a evolução de suas criações em suas modelos de carne e osso, já que não usava manequins.

Duas grandes mesas e estantes repletas de livros completam o gabinete de curiosidades de Saint Laurent, com os óculos do estilista deixados junto a seus croquis, várias fotos penduradas de sua amiga Catherine Deneuve e até um cartão de natal com seu cachorro Moujik desenhado por Andy Warhol com a palavra Love.

- A moda e a arte -

Para a moda, Saint Laurent foi uma fonte de imaginação, que mesmo sem viajar recriava culturas distantes, desde o traje do toureiro espanhol até o do folclore eslavo, em sua famosa coleção Balés russos.

A arte representou outra fonte inesgotável de inspiração para o estilista, e o museu expõe um vestido de noite que remete a uma obra de Picasso, além do vestido coquetel com formas geométricas que lembra Mondrian, uma de suas criações mais emblemáticas.

Antes de tudo, tenho respeito por esse ofício, que não é realmente uma arte, mas que precisa de um artista para existir, disse Saint Laurent.

O museu, inaugurado oficialmente nessa quinta-feira, abrirá suas portas para o público na próxima terça-feira.

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212