Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Itaú BBA recomenda compra de ação “bastante barata” que pode saltar 51% - Jornal Brasil em Folhas
Itaú BBA recomenda compra de ação “bastante barata” que pode saltar 51%


SÃO PAULO – A equipe de análise do Itaú BBA divulgou sua recomendação de compra para as ações da Valid (VLID3), após um período de revisão, ao avaliar que elas estão “bastante baratas”. O valor justo para o fim de 2018 foi estimado em R$ 30, patamar 51,1% acima do fechamento de quinta-feira (28).

Vale lembrar que os papéis despencaram 70% de junho de 2015 a junho de 2017. No ano, as perdas acumuladas são de 18,9%. Diante das perdas, os analistas acreditam que há “forte evidência’ de que as ações estão subestimadas, o que sustentam a avaliação positiva do Itaú BBA,

“Vemos o VLID3 negociando em 11xP/E 2018e, com um rendimento de dividendos de 5% na ausência de aquisições. Esta é uma avaliação bastante barata, em nossa opinião, diz o time de análise em relatório.

A perspectiva dos analistas é de que o impulso dos ganhos provavelmente melhorará nos próximos meses com uma combinação das implicações positivas de iniciativas significativas de redução de custos e o ciclo econômico mais favorável no Brasil.

“No curto prazo, qualquer deterioração sequencial da qualidade dos ganhos prejudicaria a ação. A mais longo prazo, as novas tecnologias podem reduzir ou mesmo desaparecer alguns negócios da Valid. Finalmente, a alteração dos regulamentos pode ter consequências negativas para a empresa”, ponderam os analistas sobre os riscos para o ativo.

A percepção dos analistas é de que os investidores estão atualmente em um modo de espera, dado o decepcionante desempenho da ação do final de 2015 até o início de 2017. “Apesar do forte potencial de reversão, é possível que VLID3 volte a subir uma vez que volte a apresentar resultados convincentes.

“Em nossa opinião, existem boas probabilidades de ver isso acontecer no segundo semestre, pois os efeitos positivos das iniciativas de redução de custos são gradualmente refletidos nos resultados, ao longo de com melhorias esperadas no ambiente macroeconômico local”, afirmam os analistas.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212