Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 3 passos para conquistar o primeiro R$ 1 milhão em investimentos - Jornal Brasil em Folhas
3 passos para conquistar o primeiro R$ 1 milhão em investimentos


SÃO PAULO – Um dos mais recorrentes sonhos financeiros dos brasileiros é a conquista do primeiro R$ 1 milhão. Embora ele pareça muitas vezes distante, com disciplina e os investimentos certos alcançar esse objetivo pode ficar mais fácil. Um dos segredos para a conquista do primeiro R$ 1 milhão está nos juros compostos.

Albert Einstein tinha uma frase em que dizia que os juros compostos são a 8ª maravilha do mundo. Ele sabia do que estava falando. Na minha opinião, inclusive, as pessoas não precisam saber a matemática pura ou mesmo a forma técnica de fazer os cálculos, entretanto quem quiser se tornar milionário precisa ter plena ciência da importância das variáveis tempo e taxa no cálculo dos juros, afirma Junior Jandir Reginatto, assessor de investimentos da Futuro Investimentos.

Um bom amigo dos juros compostos é o tempo, por isso, o InfoMoney pediu ao assessor de investimentos que desse dicas de como conquistar R$ 1 milhão em investimentos ao longo de 20 anos. Veja seus ensinamentos:

1 – Comece cedo Não espere para começar a construir uma reserva. Comece hoje mesmo se possível, mesmo que não tenha muito para guardar neste mês. Lembre-se que o importante é justamente o tempo e a taxa que você consegue fazer o investimento. A uma taxa de 14,87% ao ano, por exemplo, a cada período de 5 anos o patrimônio é dobrado. Ou seja, se você começasse hoje com R$ 10 mil, em 5 anos teria R$ 20 mil, em 10 anos teria R$ 40 mil, em 15 anos teria R$ 80 mil e assim sucessivamente. E esse cálculo vale para qualquer valor com a mesma taxa. A essa taxa, iniciando hoje com R$ 62.500, em 20 anos você se torna um milionário.

Quantos anos de vida você ainda tem até a sua aposentadoria para dobrar o seu patrimônio atual? Parafraseando Cazuza: “o tempo não para”. Por isso é tão importante começar cedo. Uma outra boa dica relacionada ao fator tempo é construir uma reserva para o seu filho ou para seu neto logo cedo, pois 20 anos passam num piscar de olhos.

2 – Atenção com a taxa de juros nos investimentos Estamos falando de investimentos de longo prazo. Pequenas diferenças de taxas se transformam em monstros no decorrer dos anos. Exemplo: 0,5% ao mês são equivalentes a 231,02% ao final de 20 anos. No mesmo período, uma aplicação de 0,6% ao mês - apenas 0,1% de diferença - se transforma em 320,26%. Qual retorno você prefere ter no seu investimento 320,26% ou 231,02%. Suponho que a primeira opção. Ou seja, 0,1% é motivo mais que suficiente para mudar suas aplicações e até de instituição financeira, se for o caso.

3 – Acompanhamento dos investimentos É necessário regredir pouco mais de uma década no calendário para encontrar a taxa Selic em 16,5% (09/03/2006), exatamente o dobro do patamar atual de 8,25% ao ano. Ou seja, em 11 anos os juros de renda fixa tiveram uma variação de 100%. Numa economia que possui ondas desse tamanho, têm como deixar sua aplicação à deriva? Não, obviamente! É preciso estar sempre atento para fazer as correções de rota e se aproveitar de cada cenário. Dessa forma você chegará muito mais rápido à lista dos milionários.

Mais rápido inclusive do que mostram as projeções abaixo. Para não iludir ninguém com taxas irreais, usei como base um investimento extremamente conservador levando em consideração o atual contexto de juros no Brasil (8,25% ao ano). Ou seja, para quem não sai da renda fixa, estimando um ganho de 0,66% ao mês, seria preciso economizar a partir de hoje R$ 1.696,31 por mês durante 240 meses, ou 20 anos, para alcançar seu primeiro R$ 1 milhão.

Para quem tem um pouco mais de tempo, 30 anos para economizar, por exemplo, pode chegar ao primeiro R$ 1 milhão separando R$ 672,86 mensais. Observe que, nesse caso, “esticando” o prazo em 10 anos o valor a ser poupado mensalmente cai para menos da metade. Por isso a primeira dica acima é valiosa: comece cedo.

A boa notícia é que há inúmeras formas de acelerar esse processo ou diminuir o valor mensal de poupança. A taxa Selic baixa fomenta outras oportunidades no mercado que podem levar à fortuna bem mais rápido. Conforme dito, a economia se movimenta em ondas e quem estiver atento e seguir as dicas vai chegar bem antes ao objetivo.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212