Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Austrália anuncia que criará agência espacial nacional - Jornal Brasil em Folhas
Austrália anuncia que criará agência espacial nacional


A Austrália se comprometeu, nesta segunda-feira, a criar uma agência espacial nacional, conforme busca ganhar dinheiro com o lucrativo setor de astronáutica.

O anúncio foi feito em uma conferência espacial de uma semana em Adelaide, com a presença dos principais cientistas e especialistas do mundo, incluindo o presidente da SpaceX, Elon Musk.

Isso põe a Austrália - já significativamente envolvida em atividades espaciais nacionais e internacionais - em sintonia com a maioria dos outros países desenvolvidos, que já possuem agências dedicadas a ajudar a coordenar a indústria e a moldar o desenvolvimento.

A indústria espacial global está crescendo rapidamente, e é crucial que a Austrália faça parte desse crescimento, afirmou a ministra da Ciência, Michaelia Cash, em comunicado.

Uma agência espacial nacional assegurará que tenhamos um plano estratégico a longo prazo que apoie o desenvolvimento e a aplicação de tecnologias espaciais e o crescimento da nossa indústria espacial doméstica.

De acordo com o governo, o setor espacial global - abrangendo inovação, defesa e telecomunicações - cresceu 10% por ano desde o final da década de 1990, gerando receitas anuais de US$ 323 bilhões.

Lee Spitler, do departamento de astronomia da Universidade Macquarie em Sydney, disse que a indústria espacial australiana atualmente opera como um movimento comunitário através de um pequeno número de empresas, grupos universitários e o setor de defesa.

Isso ajudará a trazer para a linha de frente todo o excelente trabalho que tem sido feito na Austrália no setor espacial, e a aumentar o potencial para o nosso país desempenhar um papel fundamental na cena espacial internacional no futuro, disse Spitler.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212