Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rajoy: Estado de direito se impôs ao impedir o referendo catalão - Jornal Brasil em Folhas
Rajoy: Estado de direito se impôs ao impedir o referendo catalão


O chefe de governo espanhol, Mariano Rajoy, disse neste domingo que o Estado de direito se impôs ao impedir, neste domingo (1), o referendo de independência da Catalunha, e que as forças de segurança cumpriram com sua obrigação ao reprimir a consulta, proibida pela Justiça.

Hoje não houve um referendo de autodeterminação na Catalunha, afirmou Rajoy em discurso no Palácio de la Moncloa, em Madri, transmitido pela televisão, acrescentando que nosso Estado de direito mantém sua fortaleza e sua vigência.

Teria sido mais fácil para nós olhar para o outro lado, acrescentou o dirigente conservador, qualificando a consulta de um ataque premeditado e consciente ao qual o Estado reagiu com firmeza e com serenidade.

Para ele, as forças de segurança, criticadas pela violência ao reprimir a realização da consulta, cumpriram com sua obrigação e com o mandato que tinham da Justiça na Catalunha.

Em sua intervenção, os policiais recolheram urnas e outros materiais eleitorais.

Depois que personalidades da esquerda pediram sua demissão após a divulgação das cenas de violência policial, Rajoy atribuiu toda a responsabilidade ao Executivo separatista catalão de Carles Puigdemont, que convocou o referendo.

Os responsáveis pelos atos que ocorreram hoje (...) são única e exclusivamente aqueles que promoveram a violação da legalidade e a ruptura da convivência. Não busquem mais culpados, não há, declarou.

Os serviços de emergência catalães indicaram que durante o dia houve pelo menos 92 feridos, entre eles dois com gravidade, um pelo impacto de uma bala de borracha em um olho, e outro que sofreu um infarto durante uma intervenção policial. No total, foram atendidas 761 pessoas.

Segundo o Ministério do Interior, ao menos 33 agentes policiais ficaram feridos.

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212