Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Alemanha celebra seus primeiros casamentos gays - Jornal Brasil em Folhas
Alemanha celebra seus primeiros casamentos gays


Karl Kreile e Bodo Mende se tornaram, neste domingo (1), o primeiro casal gay a se casar em Berlim, comemorando o fato de as uniões de homossexuais deixarem de ser de segunda classe na Alemanha.

As recentes permissões do casamento homossexual e da adoção por casais do mesmo gênero aconteceram sem grandes sobressaltos no país, já que a maior parte da sociedade e da classe política concordava com ambas medidas.

Isso não muda muito a situação para nós, porque não vamos adotar uma criança, mas é altamente simbólico: agora somos um casal como os demais, explicou com um sorriso no rosto e uma taça de champanhe na mão Kreile, de 59 anos, que se casou no bairro de Schöneberg.

É um belo passo à frente, mas o Estado deve continuar a luta contra a homofobia e a transfobia também, a nível internacional, trabalhar pelo fim da criminalização da homossexualidade, declarou seu marido Mende, após provar uma fatia de bolo de arco-íris - combinando com a bandeira LGBT.

O casal, que há anos milita pelo casamento gay, foi um dos primeiros a assinar um contrato de união civil, em 2002.

Autoridades abriram as portas excepcionalmente neste domingo em Berlim, Hamburgo e Frankfurt para celebrar bodas a partir da data em que a nova lei entrou em vigor.

Estou encantado de a nossa cidade receber uma das primeiras uniões homossexuais para o que, além dos debates abstratos, é uma medida igualitária: o que está em jogo é a felicidade de pessoas muito reais, com seus desejos, suas esperanças, seus sentimentos e suas necessidades, comemorou nesta sexta (29) o prefeito de Berlim, o social-democrata Michael Müller.

Estamos felizes de acabar a discriminação do Estado contra gays e lésbicas neste domingo, afirmou Jörg Steinert, responsável pela Associação de Gays e Lésbicas em Berlim.

Contudo, ainda há alguns erros para serem solucionados. Devido a um problema de atualização do programa usado em Berlim, nos formulários administrativos, uma pessoa aparece como homem, e outra como mulher.

- Merkel ambígua -

Mais de 75% dos alemães hoje são favoráveis ao casamento homossexual, segundo pesquisas.

Contudo, a chanceler Angela Merkel adiou, durante muito tempo, este debate, para não criar conflitos com o setor mais conservador de seu grupo político, o Partido Democrata Cristão bávaro CSU, defensor ferrenho dos valores da família tradicional.

A aproximação das eleições legislativas de setembro antecipou os fatos e, em junho, Merkel anunciou, para surpresa de todos, que queria reabrir o debate.

Dias depois, os deputados votaram a favor da união homossexual, estimulados por grupos parlamentares de esquerda.

Apesar de Merkel ter votado contra, ela não barrou o debate sobre o texto do Parlamento e deu liberdade de voto a seus deputados, afastando um dos possíveis ataques que os social-democratas poderiam fazer a ela durante a campanha.

Foi um cálculo político. Obrigado, mas está 25 anos atrasado, lamenta Mende.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212