Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Procuradores respondem a Twitter de Temer dizendo que MPF não faz perseguição - Jornal Brasil em Folhas
Procuradores respondem a Twitter de Temer dizendo que MPF não faz perseguição


A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) respondeu com uma nota à mensagem de Twitter em que o presidente Michel Temer critica o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. Ainda pela manhã, ao dizer que teria um dia repleto de reuniões com parlamentares da base do governo, Temer citou a denúncia apresentada contra ele pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chamando-a de “inepta e sem sentido”.

“Vou conversar com representantes de todos os partidos da base, de todas as regiões do Brasil. É uma rotina que sempre mantive. Precisamos lidar com mais uma denúncia inepta e sem sentido, proposta por uma associação criminosa que quis parar o País. O Brasil não será pautado pela irresponsabilidade e falta de compromisso de alguém que se perdeu pelas próprias ambições”, disse o presidente na rede social.

A nota, assinada pelo presidente da entidade, o procurador regional da República José Robalinho Cavalcanti, defende Janot. “Os membros do Ministério Público Federal não agem em perseguição a outrem e atentam-se apenas ao cumprimento de sua missão institucional. Assim agiu o então PGR Rodrigo Janot e equipe”, diz a nota.

A ANPR também defende a denúncia encaminhada à Câmara dos Deputados, a qual chama de “extenso trabalho de investigação”. “O PGR Rodrigo Janot era o promotor natural ao tempo dos fatos. Agiu, portanto, pela instituição MPF. As denúncias feitas pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, baseiam-se em extenso trabalho de investigação de órgãos do Estado, e citam sólido rol de provas”.

A associação considera, ainda, “absolutamente incabível e irresponsável que use agora meios oficiais para ofender sem qualquer base a instituição do Ministério Público Federal”.

Não é a primeira vez que Temer critica a denúncia encaminhada por Janot. Ontem (2), ao elogiar a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, Temer faz uma crítica indireta a Janot. “Muito bom que a PGR agora tenha uma nova postura, sem querer parar o Brasil com denúncias vazias e irresponsáveis. É assim que se faz Justiça: com prudência e responsabilidade, ouvindo todas as partes envolvidas”.

O presidente passou todo o dia recebendo parlamentares. Foram mais de 50 deputados, além de ex-deputados e empresários. “O diálogo é fundamental para a harmonia entres os Poderes”, afirmou Temer, também pelo Twitter. A longa agenda de visitas de parlamentares se repete às vésperas da apresentação de sua defesa na Câmara. Na ocasião da primeira denúncia, o presidente recebeu dezenas de deputados da base.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212