Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Procuradores respondem a Twitter de Temer dizendo que MPF não faz perseguição - Jornal Brasil em Folhas
Procuradores respondem a Twitter de Temer dizendo que MPF não faz perseguição


A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) respondeu com uma nota à mensagem de Twitter em que o presidente Michel Temer critica o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. Ainda pela manhã, ao dizer que teria um dia repleto de reuniões com parlamentares da base do governo, Temer citou a denúncia apresentada contra ele pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chamando-a de “inepta e sem sentido”.

“Vou conversar com representantes de todos os partidos da base, de todas as regiões do Brasil. É uma rotina que sempre mantive. Precisamos lidar com mais uma denúncia inepta e sem sentido, proposta por uma associação criminosa que quis parar o País. O Brasil não será pautado pela irresponsabilidade e falta de compromisso de alguém que se perdeu pelas próprias ambições”, disse o presidente na rede social.

A nota, assinada pelo presidente da entidade, o procurador regional da República José Robalinho Cavalcanti, defende Janot. “Os membros do Ministério Público Federal não agem em perseguição a outrem e atentam-se apenas ao cumprimento de sua missão institucional. Assim agiu o então PGR Rodrigo Janot e equipe”, diz a nota.

A ANPR também defende a denúncia encaminhada à Câmara dos Deputados, a qual chama de “extenso trabalho de investigação”. “O PGR Rodrigo Janot era o promotor natural ao tempo dos fatos. Agiu, portanto, pela instituição MPF. As denúncias feitas pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, baseiam-se em extenso trabalho de investigação de órgãos do Estado, e citam sólido rol de provas”.

A associação considera, ainda, “absolutamente incabível e irresponsável que use agora meios oficiais para ofender sem qualquer base a instituição do Ministério Público Federal”.

Não é a primeira vez que Temer critica a denúncia encaminhada por Janot. Ontem (2), ao elogiar a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, Temer faz uma crítica indireta a Janot. “Muito bom que a PGR agora tenha uma nova postura, sem querer parar o Brasil com denúncias vazias e irresponsáveis. É assim que se faz Justiça: com prudência e responsabilidade, ouvindo todas as partes envolvidas”.

O presidente passou todo o dia recebendo parlamentares. Foram mais de 50 deputados, além de ex-deputados e empresários. “O diálogo é fundamental para a harmonia entres os Poderes”, afirmou Temer, também pelo Twitter. A longa agenda de visitas de parlamentares se repete às vésperas da apresentação de sua defesa na Câmara. Na ocasião da primeira denúncia, o presidente recebeu dezenas de deputados da base.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212