Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Anatel decide não aprovar termo de ajustamento de empresa de telefonia do Paraná - Jornal Brasil em Folhas
Anatel decide não aprovar termo de ajustamento de empresa de telefonia do Paraná


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu, por unanimidade, não aprovar a proposta de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da Sercomtel, empresa de telecomunicações que atende no estado do Paraná. A decisão divulgada hoje (3) foi tomada durante a reunião do conselho diretor da Agência, na última quinta-feira (28).

O processo corre em sigilo e pode resultar na caducidade da concessão do serviço telefônico fixo comutado e da cassação das autorizações para prestar o serviço de comunicação multimídia, o serviço móvel pessoal e o serviço fora das áreas de concessão, segundo a Anatel.

Em maio de 2014, a Sercomtel solicitou à agência reguladora a realização de um termo para resolver o pagamento de multas. Após levantamento e tratativas com a empresa, a Anatel chegou a R$ 14,9 milhões como valor de referência para o TAC. O montante foi calculado a partir de multas aplicadas ou estimadas relativamente aos direitos e garantias dos usuários, fiscalização e universalização e ampliação do acesso.

Como reparação, a Anatel exigia a substituição das multas por investimentos da ordem de R$ 34,3 milhões. Os valores deveriam ser aplicados na “massificação da telefonia fixa (voz) em municípios de pequeno porte no estado do Paraná, na rede celular 3G na área rural e em redes ópticas.

Entretanto, após avaliação inicial, a Anatel apontou “incerteza sobre a capacidade econômico-financeira” da concessionária, que enfrenta problemas financeiros para cumprir com as obrigações previstas no acordo, além de inexistência de atendimento ao princípio da eficiência, conforme determina o regramento da agência reguladora.

A agência concluiu que a Sercomtel não teria condições de arcar com os compromissos propostos no TAC, em razão dos impactos de curto prazo decorrentes de investimentos e despesas operacionais. A Anatel destacou que a viabilização do cumprimento dos compromissos ocorreria “somente em um cenário de concretização de seu plano de recuperação e com a existência novos aportes financeiros de seus sócios”, o que não ocorreu ainda.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212