Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Palácio das Esmeraldas, PPLT e Estádio Olímpico são iluminados com cor símbolo do Outubro Rosa - Jornal Brasil em Folhas
Palácio das Esmeraldas, PPLT e Estádio Olímpico são iluminados com cor símbolo do Outubro Rosa


Quem passear pelas ruas do Centro de Goiânia vai perceber que o Palácio das Esmeraldas, o Palácio Pedro Ludovico e o Estádio Olímpico estão iluminados, desde a noite desta sexta-feira, 6, pela cor rosa. As fachadas dos palácios e as quatro torres de iluminação do Olímpico, no Centro de Excelência, receberam a cor símbolo do Outubro Rosa.

“O Governo de Goiás abraçou de vez a campanha do Outubro Rosa. A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Valéria Perillo, e eu apoiamos esse movimento, que chama a atenção para o diagnóstico do câncer de mama”, escreveu Marconi em suas redes sociais na noite desta sexta-feira, 6.

O Outubro Rosa é um movimento internacional de prevenção ao câncer de mama e é apoiado integralmente pelo Governo de Goiás. O mês foi escolhido para representar a causa ao redor do mundo. A iluminação de prédios e monumentos é uma das formas de chamar a atenção da população para os exames de detecção da doença.
palacio pedro ludovico teixeira

Palácio Pedro Ludovico Teixeira

Em Goiás, a Secretaria do Estado da Saúde coordena as campanhas de informação, prevenção e tratamento do câncer de mama, que se detectado precocemente tem elevados índices de cura.

A Gerência da Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente da SES oferece apoio às secretarias municipais de Saúde para a realização de atividades durante o mês de outubro. Um exemplo é a parceria com a Secretaria de Assistência Social de Aparecida de Goiânia, na promoção até o dia 18 de outubro do Espaço Múltiplo Rosa, no Aparecida Shopping.

O método de rastreamento deste tipo de câncer é a realização do exame de mamografia e a recomendação, atualizada em 2016, é de que mulheres entre 50 e 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos. Essa é também a rotina adotada na maior parte dos países que implantaram o rastreamento do câncer de mama e tiveram impacto na redução da mortalidade por essa doença. Em Goiás, no ano de 2016 foram realizadas 43 mil 580 mamografias, uma média de 3.632 por mês.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212