Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ministro alemão de Finanças celebra situação da Eurozona em despedida - Jornal Brasil em Folhas
Ministro alemão de Finanças celebra situação da Eurozona em despedida


O ministro alemão de Finanças, o influente Wolfgang Schäuble, celebrou nesta segunda-feira (9) a boa situação econômica da zona do euro, após anos de crises, em sua última reunião com os pares do Eurogrupo em Luxemburgo.

A zona euro está em boa situação (...) Conseguimos durante oito anos de crise do euro manter a moeda estável, afirmou Schäuble antes de uma reunião de ministros dos 19 países que compartilham a divisa. Conseguimos isso durante um período difícil.

Fiel à chanceler Angela Merkel, apesar de não concordarem sempre, Schäuble se prepara para assumir a presidência do Parlamento alemão, aos 75 anos, após controlar com rigor as finanças do país ao longo de oito anos e de impor suas soluções às nações em crise.

Não é fácil, mas, depois de oito anos, é suficiente, disse o ainda responsável pelas Finanças alemãs, que recebeu elogios de seus equivalentes, começando pelo presidente do Eurogrupo, o holandês Jeroen Dijsselbloem, que destacou sua experiência, sua sabedoria e seu rigor.

Para o espanhol Luis de Guindos, que vai se tornar o ministro mais velho após a partida do alemão, você pode concordar, ou não com Schäuble, mas, há algo inegável: deixou sua marca no Eurogrupo.

Nada será exatamente igual, escreveu o ministro grego de Finanças, Euclides Tsakalotos, na bandeira da UE que seus pares dedicaram a Schäuble.

A Eslováquia também lhe deu de presente um maço de notas de 100 euros com seu rosto, enquanto a França ofereceu uma garrafa de vinho Bordeaux de 2004, diretamente da adega do Ministério de Economia francês.

Direto, obstinado e sem papas na língua, sua menor declaração era escutada pelo Eurogrupo, onde nada se decidia sem seu consentimento.

No ponto crítico da crise grega, em 2015, o poderoso ministro, inflexível durante as negociações para salvar a Grécia, chegou a defender a saída temporária do país da zona euro, o que lhe rendeu forte animosidade em Atenas.

O ex-ministro de Finanças grego, Yannis Varoufakis, comentou que Schäuble vai embora, mas o schäublismo permanece mais forte que nunca.

Em Luxemburgo, a despedida foi um verdadeiro momento de emoção para todos, segundo o comissário europeu para Assuntos Econômico, Pierre Moscovici, para quem Schäuble é um cara genial, um homem de grande inteligência, de imensa coragem, com grande senso de humor.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212