Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Novo COE distribuído pela XP Investimentos paga 4.1 vezes a rentabilidade de fundo em euros - Jornal Brasil em Folhas
Novo COE distribuído pela XP Investimentos paga 4.1 vezes a rentabilidade de fundo em euros


SÃO PAULO - A XP Investimentos lançou na última semana um COE (Certificado de Operações Estruturadas) atrelado a cotas do Fundo Pineeha - série em euro - da Pimco, uma das maiores gestoras de fundos de renda fixa do mundo, e emitidos pelo banco Morgan Stanley.O COE é um tipo de investimento que reúne características de renda fixa e variável, com aplicações prefixadas e derivativos. No caso do COE lançado pela XP, o capital é protegido, ou seja, apenas a rentabilidade dos ativos de renda fixa é colocada em risco. Assim, se houver perdas no Fundo Pineeha - série em euro - da Pimco durante o período de investimento, o investidor recebe o valor aplicado integralmente - sem perdas. É um fundo de volatilidade baixa, entre 3% e 3,5%, diz afirma Maria Tereza Kattar, responsável pela distribuição do produto na XP Investimentos.O capital investido está livre da exposição cambial e a rentabilidade é de 3.7 vezes os ganhos do fundo para o prazo de três anos. O COE é muito simples, é pegar a rentabilidade do fundo lá fora e multiplicar pela alavancagem, afirma Maria Tereza Kattar, responsável pela distribuição do produto na XP Investimentos. Ou seja, se o fundo tiver retorno de 10%, o investidor do COE terá ganhos de 37%Para as aplicações com prazo de 5 anos, os ganhos são de 4.1 vezes a rentabilidade do fundo da Pimco. Neste caso, se o fundo render 10% no período, o investidor terá ganhos de 41%.Em média, o Fundo Pineeha da Pimco apresentou um retorno acumulado de 12,18% em três anos. O retorno máximo no período foi de 20%. Veja o histórico de rendimento do Fundo Pineeha da Pimco observado em médias móveis para o período de três anos de novembro de 2012 a setembro de 2017:Outra forma de entender a performance histórica do fundo é por meio da distribuição dos retornos acumulados em três anos (36 meses) no período analisado. O gráfico abaixo mostra que aproximadamente 39% dos retornos acumulados no período teve ganhos entre 12% e 13%. Em 73% das vezes a rentabilidade ficou acima de 12%.Veja comparação da simulação dos ganhos que seriam gerados pelo COE nos últimos cinco anos em relação a rentabilidade do CDI no mesmo período:Para investir nesses COEs, não é necessário ser investidor qualificado e o aporte mínimo é de R$ 5 mil. Além disso, há uma janela mensal no mercado secundário para os investidores que optarem por deixar o investimento. O objetivo da XP Investimentos é de captar R$ 400 milhões em dois meses.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212