Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Novo COE distribuído pela XP Investimentos paga 4.1 vezes a rentabilidade de fundo em euros - Jornal Brasil em Folhas
Novo COE distribuído pela XP Investimentos paga 4.1 vezes a rentabilidade de fundo em euros


SÃO PAULO - A XP Investimentos lançou na última semana um COE (Certificado de Operações Estruturadas) atrelado a cotas do Fundo Pineeha - série em euro - da Pimco, uma das maiores gestoras de fundos de renda fixa do mundo, e emitidos pelo banco Morgan Stanley.O COE é um tipo de investimento que reúne características de renda fixa e variável, com aplicações prefixadas e derivativos. No caso do COE lançado pela XP, o capital é protegido, ou seja, apenas a rentabilidade dos ativos de renda fixa é colocada em risco. Assim, se houver perdas no Fundo Pineeha - série em euro - da Pimco durante o período de investimento, o investidor recebe o valor aplicado integralmente - sem perdas. É um fundo de volatilidade baixa, entre 3% e 3,5%, diz afirma Maria Tereza Kattar, responsável pela distribuição do produto na XP Investimentos.O capital investido está livre da exposição cambial e a rentabilidade é de 3.7 vezes os ganhos do fundo para o prazo de três anos. O COE é muito simples, é pegar a rentabilidade do fundo lá fora e multiplicar pela alavancagem, afirma Maria Tereza Kattar, responsável pela distribuição do produto na XP Investimentos. Ou seja, se o fundo tiver retorno de 10%, o investidor do COE terá ganhos de 37%Para as aplicações com prazo de 5 anos, os ganhos são de 4.1 vezes a rentabilidade do fundo da Pimco. Neste caso, se o fundo render 10% no período, o investidor terá ganhos de 41%.Em média, o Fundo Pineeha da Pimco apresentou um retorno acumulado de 12,18% em três anos. O retorno máximo no período foi de 20%. Veja o histórico de rendimento do Fundo Pineeha da Pimco observado em médias móveis para o período de três anos de novembro de 2012 a setembro de 2017:Outra forma de entender a performance histórica do fundo é por meio da distribuição dos retornos acumulados em três anos (36 meses) no período analisado. O gráfico abaixo mostra que aproximadamente 39% dos retornos acumulados no período teve ganhos entre 12% e 13%. Em 73% das vezes a rentabilidade ficou acima de 12%.Veja comparação da simulação dos ganhos que seriam gerados pelo COE nos últimos cinco anos em relação a rentabilidade do CDI no mesmo período:Para investir nesses COEs, não é necessário ser investidor qualificado e o aporte mínimo é de R$ 5 mil. Além disso, há uma janela mensal no mercado secundário para os investidores que optarem por deixar o investimento. O objetivo da XP Investimentos é de captar R$ 400 milhões em dois meses.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212