Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Papa canoniza 30 mártires brasileiros assassinados no século XVII - Jornal Brasil em Folhas
Papa canoniza 30 mártires brasileiros assassinados no século XVII


O papa Francisco canonizou neste domingo 35 pessoas, incluindo 30 mártires assassinados no Brasil no século XVII por calvinistas holandeses, três adolescentes mexicanos convertidos no século XVI, um espanhol e um italiano.

A missa, com o tradicional rito de canonização, na qual o papa Francisco pronunciou uma homilia, foi acompanhada por 35.000 fiéis na praça de São Pedro.

As canonizações são o reflexo da violenta história da evangelização na América Latina, que teve início no estado brasileiro do Rio Grande do Norte em 1597 com os missionários jesuítas e os padres procedentes do reino católico de Portugal.

Mas nas décadas seguintes, a chegada de holandeses calvinistas gerou perseguições contra os católicos.

Os padres André de Soveral e Ambrosio Francisco Ferro, assim como 28 companheiros laicos - incluindo um francês - canonizados neste domingo foram os primeiros mártires do Brasil, assassinados por índios e soldados holandeses durante dois massacres em 1645 em Cunhaú e Uruaçu.

Estes mártires, homens, mulheres e índios, beatificados em 2000 por João Paulo II, morreram de maneira violenta, alguns deles com os corações arrancados após torturas e mutilações, segundo os historiadores.

Os novos santos mexicanos Cristóbal, Antonio e Juan, adolescentes assassinados por sua fé entre 1527 e 1529, haviam recebido uma formação com os primeiros missionários franciscanos procedentes da Espanha.

O jovem Cristóbal tentou converter o pai, que o matou - o jovem tinha 13 anos - a pauladas quando retornava da escola franciscana.

Antonio e Juan aceitaram acompanhar como intérpretes em 1529 missionários dominicanos à região de Oaxaca, sul do México. Os dois jovens foram assassinados por índios quando ajudavam os missionários a destruir representações de ídolos dos indígenas.

Também foram canonizados um italiano e um espanhol.

Faustino Miguez (1831-1925), nascido na Galícia, noroeste da Espanha, dedicou sua vida ao ensino. O italiano Antonio Falcone (1669-1724) foi um padre itinerante que percorreu o sul da Itália. Foi beatificado em 1825.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212