Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Las Vegas: 45 pessoas permanecem hospitalizadas após ataque de atirador - Jornal Brasil em Folhas
Las Vegas: 45 pessoas permanecem hospitalizadas após ataque de atirador


Quarenta e cinco pessoas continuam hospitalizadas, algumas em estado grave, após o ataque de um atirador há duas semanas em Las Vegas, declarou o xerife do condado nesta sexta-feira (13).

Enquanto isso, o FBI (Polícia Federal americana) afirmou que nenhuma evidência foi descoberta desde então de que o homem que executou o ataque com armas de fogo mais mortal da história recente dos Estados Unidos tenha sido motivado por uma ideologia ou filiação a um grupo.

O contador aposentado Stephen Paddock, de 64 anos, tinha um arsenal em seu quarto no hotel Mandalay Bay e abriu fogo na noite de 1º de outubro contra uma multidão que assistia a um festival de música country, matando 58 pessoas.

O xerife do condado de Clark, Joe Lombardo, informou em coletiva de imprensa que o número mais recente de feridos no massacre era de 546.

Ele declarou, ainda, que 501 pessoas tiveram alta e outras 45 ainda permaneciam no hospital, algumas em estado grave.

Lombardo também tentou esclarecer as circunstâncias de quando, exatamente, Paddock atingiu um segurança, Jesus Campos, do lado de fora do seu quarto no 32º andar e atirou na multidão.

Anteriormente, a Polícia havia dito que Campos levou um tiro de Paddock às 21h59 locais, seis minutos antes de abrir fogo contra a multidão.

Mas Lombardo declarou nesta sexta que agora a Polícia acredita que Campos tenha sido atingido perto das 22h05, horário em que iniciou os disparos.

Ainda segundo o xerife, as autoridades acham que Paddock, deliberadamente, atirou em grandes tanques de combustível no aeroporto McCarran de Las Vegas.

Acredita-se que os tanques de combustível tenham sido atingidos intencionalmente, disse.

Os tanques não pegaram fogo e Lombardo relatou ter sido informado de que a probabilidade é muito baixa de um combustível de aviação pegar fogo por disparos.

O agente especial do FBI encarregado do caso, Aaron Rouse, declarou que centenas de funcionários da agência permanecem envolvidos na investigação.

No entanto, aparentemente, as autoridades não parecem estar mais próximas de determinar a motivação de Paddock.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou logo após o tiroteio que Paddock era um de seus soldados, mas Rouse disse que até esta data não encontramos sinais de ideologia ou filiação (do atirador) a um grupo.

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212