Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sucesso nos Jogos do Rio, festival de filmes de esporte ganha segunda edição - Jornal Brasil em Folhas
Sucesso nos Jogos do Rio, festival de filmes de esporte ganha segunda edição


No ano passado, o evento integrou a programação cultural dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Um ano após o sucesso da edição inaugural, o CineEsporte Festival está de volta e, nesta quinta-feira (26), deu a largada para uma maratona, que vai até a próxima segunda-feira (30), com a exibição de 26 filmes esportivos, entre ficções, documentários e animações, todos com entrada gratuita e alguns deles raras produções nacionais e internacionais.

Nesta edição, o evento, que também será realizado em São Paulo, em novembro, tem como sede o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), local das mostras competitivas, cerimônias de abertura, encerramento e entrega de prêmios. O festival conta com mais dois espaços de exibição: o Centro Cultural Justiça Federal, no centro, e o Ponto Cine, em Guadalupe, na zona norte da cidade.

Foram selecionados filmes que abordam 13 modalidades esportivas e expressam as principais tendências e narrativas da produção mundial do gênero. Ao todo, 24 filmes integram a mostra competitiva, que premia com troféu as melhores obras de curta-metragem e de longa emédia-metragem, exclusivamente por meio de voto popular. São 12 filmes nacionais e 12 internacionais, oriundos da Itália, França, Rússia, Espanha, do Irã, dos Estados Unidos, da Argentina, e do Nepal e de uma co-produção Espanha/ Japão.

“Além de contribuir para a diversificação do cinema com temática esportiva, o festival, com entrada franca, proporciona uma janela de exibição de produções que raramente chegam às salas comerciais. Assim, a mostra surge como uma plataforma de exibição, circulação e difusão destes filmes, explicou o diretor do CineEsporte, Antonio Leal. Ele também destaca o rico intercâmbio que o evento proporciona com o cinema de esporte internacional, já que produções de 10 países também integram a seleção.
A judoca brasileira Rafaela Silva vence Dorjsürengiin Sumiya, da Mongólia, e conquista a primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos Rio 2016

A judoca Rafaela Silva está no filme de abertura do festival, Heróis

Hoje, na sessão de abertura, foi exibido em première mundial o documentário Heróis, de Cavi Borges. O filme mostra a trajetória de atletas como a judoca Rafaela Silva (campeã olímpica e mundial, medalha de ouro nos Jogos Rio 2016) e Rogério Sampaio (campeão olímpico em 1992) e do congolês Popole Misenga, integrante da primeira equipe de refugiados a disputar uma competição olímpica, em 2016.

A programação completa, com horários e locais de exibição, está disponível no site www.cineesporte.com.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212