Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Bloco dos Machucados desfila no Rio contra violência de agentes públicos - Jornal Brasil em Folhas
Bloco dos Machucados desfila no Rio contra violência de agentes públicos


Apelidado de Bloco dos Machucados, o 2º Ato carnavalesco em repúdio à violência diária do Estado ocupou hoje (21) a zona portuária do Rio de Janeiro contra a violência policial. Centenas de foliões saíram do Largo São Francisco da Prainha e caminharam até a Praça Mauá.

Para o saxofonista do Nada deve parecer impossível de mudar e membro do Ocupa Carnaval, Tomás Ramos, a repressão aos movimentos espontâneos de ocupação do espaço público é fruto da privatização da cidade, mercantilização do carnaval e militarização da Polícia.

Querem homogeneizar nossa folia. É por isso que continuamos na luta, ocupando as ruas para tentar mostrar que o direito à cidade é uma luta do cotidiano, que não vem de cima para baixo, disse ele. E a arte é o melhor instrumento para contestar essas questões.

Havia diferentes estandartes e cartazes e a Ala dos Machucados composta por foliões que foram agredidos pela Guarda Municipal e/ou Polícia Militar nos cortejos do carnaval.

O editor de imagens João Pedro Gila teve o braço quebrado na Praça Mauá por guardas municipais, na Praça Mauá, há cerca de duas semanas, no bloco Tecnobloco. Ele decidiu entrar com processo contra a prefeitura.

Vou ter que ficar afastado da produtora onde trabalho no mínimo dois meses, mas terei comprometimento do braço esquerdo, disse ele. Mas acho que o que solucionaria minha inquietude mesmo seria que repensassem a estrutura da Guarda Municipal, que desmilitarizassem a Polícia Militar, que a Polícia fosse mais voltada para a sociedade civil do que para a propriedade privada, disse ele a afirmar que a violência que sofreu não o intimidou a pular outros carnavais. Ano que vem vou para a rua de novo.

Ao chegar na Praça Mauá, a banda da Guarda Municipal tocava Bandeira Branca e distribuía rosas brancas. Organizado pelo Ocupa Carnaval e a Desliga dos Blocos, o bloco também criticou a privatização dos espaços públicos e a militarização da vida urbana.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212