Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Morcegos bebês aprendem linguagem de seus pares - Jornal Brasil em Folhas
Morcegos bebês aprendem linguagem de seus pares


Os morcegos bebês aprendem a linguagem de seus colegas em sua colônia, e adotam o dialeto ou sotaque do grupo, em vez do de sua mãe, disseram pesquisadores nesta terça-feira.

A diferença pode ser comparada à que existe entre falar com um sotaque de Londres ou com um sotaque escocês, afirmou o estudo publicado na revista científia PLOS Biology.

Os resultados lançaram nova luz sobre o aprendizado da linguagem em grupo, uma habilidade que se acredita pertencer principalmente aos humanos e a outros poucos mamíferos.

O estudo também mostra que os morcegos são diferentes dos passeris, que tendem a aprender músicas imitando um de seus pais.

A capacidade de aprender vocalizações de outros é extremamente importante para a aquisição da fala em humanos, mas acredita-se que é rara entre os animais, disse o autor principal, Yossi Yovel, da Universidade de Tel Aviv.

Os morcegos jovens adotam o dialeto vocalizado por seus companheiros de poleiro.

Para o estudo, os pesquisadores capturaram 14 morcegos grávidas da espécie Rousettus aegyptiacus, e os separaram em três colônias, onde criaram os jovens morcegos com suas mães.

Cada colônia foi exposta a uma gravação diferente de vocalizações de morcego.

Todos os jovens adotaram a maneira de vocalizar do grupo que ouviram, e não das suas mães.

A diferença entre as vocalizações da mãe do morcego e as da colônia são semelhantes às de um sotaque de Londres e, digamos, um sotaque escocês, declarou Yovel.

Os filhotes ouviram o dialeto londrino de suas mães, mas também ouviram o dialeto escocês imitado por dezenas de morcegos escoceses, acrescentou.

Eventualmente, adotaram um dialeto que era mais parecido com o dialeto escocês local do que com o sotaque londrino de suas mães.

Os pesquisadores esperam realizar outros estudos para analisar como os dialetos dos morcegos mudam quando eles deixam suas colônias, e se sua vocalização afeta a forma como se integram com os outros exemplares.

Eles adotarão o dialeto local ou serão rejeitados pelo grupo? Ou talvez a colônia local alterará seu dialeto para adotar o dos nossos morcegos, disse Yovel. Há muitos caminhos interessantes ainda a se explorar.

 

Últimas Notícias

IT&E apresenta pesquisa sobre "fake news", bots e desinformação nas Eleições
JK Iguatemi promove eventos de Jazz
20 anos da privatização das telecomunicações: uma visita ao passado para projetar o futuro
Comidas de inverno para pedir pelo delivery e espantar o frio
Definidos os finalistas do G1 do Brasileirão, em Uberlândia
Valor corrigido da cota do PIS/Pasep já pode ser conferido
Preço da cesta básica paulistana tem alta de 2,95% em junho
Banco Central divulga ranking de queixas a bancos no segundo trimestre

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212