Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Lucros trimestrais do Facebook aumentam 79% a US$ 4,7 bilhões - Jornal Brasil em Folhas
Lucros trimestrais do Facebook aumentam 79% a US$ 4,7 bilhões


O Facebook reportou nesta quarta-feira (1) um aumento de benefícios trimestrais de 79%, motivado pelo auge de seus anúncios on-line, superando o esperado pelos investidores, e fortaleceu suas ações, já valorizadas.

A rede social informou que seus ganhos líquidos foram de 4,7 bilhões de dólares no trimestre que terminou em 30 de setembro contra 2,6 bilhões de dólares no mesmo período do ano passado.

Seu diretor-executivo, Mark Zuckerberg, aproveitou para reafirmar o objetivo do Facebook em deter os abusos na Internet. Realmente estamos evitando abusos em nossas plataformas, disse.

O volume de negócios também foi melhor que o esperado e subiu 47% a 10,3 bilhões de dólares. Os analistas esperavam US$ 9,84 bilhões.

Apenas foram divulgados os dados, a ação do Facebook subiu 1,17% a 184,80 dólares.

Como sempre, os ganhos foram quase todos provenientes de publicidade e subiram 49% a 10,14 bilhões de dólares. Particularmente, os lucros com anúncios em dispositivos móveis representaram 88% do total, após subir 84% contra o mesmo trimestre do ano passado.

A quantidade de usuários mensais ativos subiu 16% a 2,070 bilhões.

As despesas chegaram a 5,2 bilhões de dólares.

O número de funcionários aumentou 47% a 23.165 pessoas em 30 de setembro.

Nossa comunidade continua crescendo e nossas atividades são boas, disse Zuckerberg, citado no comunicado com os resultados.

O chefão do Facebook informou que o site de relacionamentos tem levado muito a sério a implementação de medidas para abusos.

Realmente investimos em segurança, o que terá efeito em nossa rentabilidade, disse Zuckerberg. Proteger nossa comunidade é mais importante do que fazer aumentar os benefícios, afirmou.

O Facebook está sob fogo cerrado da crítica por supostamente ter servido de plataforma para as notícias falsas durante a campanha às eleições presidenciais americanas do ano passado.

Seus encarregados jurídicos, os mesmos que os de Google e Twitter, compareceram na quarta-feira ante Comissões do Congresso que investigam a suposta ingerência russa na campanha presidencial americana em 2016.

O Facebook anunciou medidas, entre elas contratar milhares de pessoas para enfrentar os conteúdos problemáticos.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212