Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 MP espanhol pede prisão de envolvidos no processo de independência da Catalunha - Jornal Brasil em Folhas
MP espanhol pede prisão de envolvidos no processo de independência da Catalunha


O Ministério Público (MP) da Espanha pediu hoje (2) de manhã a prisão de ex-conselheiros do governo da Catalunha que se apresentaram para depor na qualidade de investigados pelos crimes de rebelião, perturbação da ordem e apropriação indevida de fundos públicos, entre outros. Eles se negaram a responder às perguntas durante o interrogatório.

Quatorze integrantes do governo destituído da Catalunha foram chamados na depor na audiência nacional e seis parlamentares da Mesa da Câmara, no Supremo Tribunal.

Os investigados são acusados de terem declarado ilegalmente a independência na Catalunha na última sexta-feira (27). De acordo com a acusação, eles teriam usado o Parlamento, a polícia regional e associações independentistas para conseguir seus objetivos.

O procurador entende que existe risco de fuga, de destruição de provas e de reincidência. Está nas mãos do juiz decidir se terão mesmo de ir para a prisão.

Apenas um ex-conselheiro escapou do pedido de prisão. Santi Villa, que se demitiu do cargo um dia antes da declaração de independência, poderá pagar fiança de 50 mil euros. Ele se apresentou hoje com um advogado diferente dos outros conselheiros e não se negou a responder às perguntas do interrogatório.

No entanto, Carles Puigdemont, presidente catalão destituído, e mais quatro integrantes do seu governo continuam na Bélgica e decidiram não comparecer hoje para prestar declarações.

De acordo com o advogado de Puigdemont, ele quer ser interrogado em Bruxelas. Puigdemont insiste que não está fugindo de suas responsabilidades perante a Justiça espanhola, mas que está na Bélgica para evidenciar sua situação diante da comunidade internacional.

Até o momento, ainda não foi divulgada ordem de detenção europeia para Carles Puigdemont e os quatro ex-conselheiros que estão na Bélgica. Mas, ao que parece, esse será o próximo passo da Justiça espanhola. A chamada euroordem é um instrumento que substitui a extradição, mas funcionaria de forma semelhante, sendo a Justiça belga responsável por avaliar o caso e enviar os acusados de volta à Espanha.

 

Últimas Notícias

Prefeitas goianas prestam homenagem ao governador em agradecimento pela parceria administrativa
Instituto de Identificação vai entregar carteira de identidade em 30 dias na capital
Nota Goiana inscreve até domingo para sorteio deste mês
IMB/Segplan e IBGE divulgam PIB de Goiás
Goiás sem Fronteiras promove última reunião com pais e alunos antes da viagem de jovens para os EUA
Crer e HDS inscrevem para programa de aperfeiçoamento
Procon Goiás e Sefaz fazem operação conjunta em postos de combustível
Supremo voltará a julgar restrição ao foro privilegiado no dia 23 de novembro

MAIS NOTICIAS

 

Estado entrega mais de 100 moradias em Mara Rosa e Cheque Mais Moradia para Amaralina e Bonópolis
 
 
Câmara aprova mais 81 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene
 
 
Disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos agora vai para a Câmara
 
 
Temer volta a Brasília e deve retomar agenda de trabalho no Planalto
 
 
Ministro da Justiça confirma críticas à segurança do estado do Rio
 
 
Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado por Maluf

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212