Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Desburocratização e educação aumentarão investimento das empresas em tecnologia - Jornal Brasil em Folhas
Desburocratização e educação aumentarão investimento das empresas em tecnologia


De 117,9 mil indústrias registradas no país até 2014, apenas 4,3 mil (3,6%) investiam continuamente em pesquisa e desenvolvimento. Da mesma forma, o Brasil investe apenas 1,28% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) nessas áreas, bem atrás de países como a Coreia do Sul, que aplica 3,5% de tudo o que produz para desenvolver novas tecnologias.

Para reverter esse quadro, o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologias, Inovações e Comunicações (MCTIC), Álvaro Toubes Prata, defendeu a redução da burocracia e a melhoria da educação como instrumentos para estimular o investimento em inovação pelas empresas. Segundo ele, somente o setor privado pode alavancar o desenvolvimento tecnológico num cenário de crise econômica que criou restrições para o orçamento público nos últimos anos.

Segundo os dados mais atualizados do ministério, até 2014, os investimentos em pesquisa e desenvolvimento (públicos e privados) totalizaram R$ 79,2 bilhões. Com o início da recessão econômica, em 2015, o dispêndio caiu para R$ 76,5 bilhões. “Em 2016 e 2017, certamente esse número caiu por causa da crise, que reduziu o espaço para o governo gastar e também por causa das condições das empresas”, declarou Prata.

O secretário foi um dos palestrantes na 16ª Conferência de Inovação da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei). O evento faz parte da Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit), que começou hoje (31) em Belo Horizonte.

Empresas

Para o representante do MCTIC, a falta de condições de o governo ampliar os gastos com ciência e tecnologia pode ser compensada pelo aumento do investimento privado na área. Segundo a pasta, os dados mais recentes, de 2015, mostram que o setor público investiu 0,64% do PIB em pesquisa e desenvolvimento, mais que o Japão, onde o governo destinou 0,54% do PIB para a área. Em contrapartida, as empresas aplicaram 0,61% do PIB no Brasil e 2,72% do PIB no país asiático.

“Um investimento público nesse montante não é pouco. O problema é que o país investe mal. O país precisa fazer que o investimento público em pesquisa e desenvolvimento alavanque o investimento privado”, disse Prata. Segundo ele, dos investimentos federais na área em 2015, 60% concentraram-se no Ministério da Educação, por meio das universidades federais, e 20,6% foram realizados pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

Medidas

O secretário defendeu três medidas para aumentar a participação das empresas nos investimentos: o aumento da cooperação entre os ambientes acadêmicos e a indústria, o incentivo para as empresas investirem em pesquisa – por meio de programas formais de crédito ou por meio de ações de desburocratização – e o desenvolvimento e o estímulo ao empreendedorismo de base tecnológica por meio das startups (pequenas empresas que vendem soluções tecnológicas).

“Por muito tempo, o governo achou que ajudar uma empresa consistia simplesmente em criar privilégios para ela. O governo também ajuda o setor privado a fortalecer a educação e a infraestrutura e a permitir que as empresas busquem novos mercados”, disse. “Um movimento que tem dado certo é o das startups, o do empreendedorismo tecnológico. Até pouco tempo, os jovens que queriam fazer pesquisas ou escolhiam a vida acadêmica ou prestavam concurso público. Hoje, eles estão interessados em abrir empresas.”

 

Últimas Notícias

Temer participa da conferência dos países de língua portuguesa
Goiás Fomento liberou R$ 37 milhões para setor empresarial de Aparecida de Goiânia
Food Garden Flamboyant oferece conteúdo e o melhor da gastronomia
TIM contempla clientes de todo o Brasil com um par de ingressos para cinemas
Goiás quer menos desperdício de dinheiro e mais ações sociais efetivas em parceria com as igrejas, diz Ronaldo Caiado em Catalão
Evolução de Meirelles em pesquisas anima MDB
Lotéricas lutam para continuar recebendo faturas da Enel
Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212