Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Pesquisa e inovação ajudam a criar empregos em cenário de recuperação econômica - Jornal Brasil em Folhas
Pesquisa e inovação ajudam a criar empregos em cenário de recuperação econômica


Num cenário de início de recuperação econômica, a pesquisa e a inovação são importantes para estimular a criação de empregos, disseram secretários e autoridades que participaram da abertura da 16ª Conferência de Inovação da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei). O evento faz parte da Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit), que começou hoje (31) em Belo Horizonte.

Segundo o secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Vinícius de Souza, o Brasil tem potencial tecnológico para estimular o empreendedorismo. “O mais importante é o esforço conjunto do setor privado, da academia e do governo para levar a inovação a outro patamar. É um trabalho de muitos anos que tem começado a dar frutos”, declarou.

Para Souza, o uso da inovação com a finalidade de gerar desenvolvimento pode ser alcançado por meio de três eixos: acesso à informação, barateamento das tecnologias e negócios com oportunidade de melhorias sociais e ambientais. “Há muito tempo, as empresas se aperceberam da importância da responsabilidade social, de retornarem para a sociedade parte do que ganham. Os negócios sociais são um modelo novo, que unem a capacidade de gerar progressos sociais e ambientais com a geração de lucro. É uma oportunidade nesse cenário de recuperação.”

O secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTI, Álvaro Toubes Prata, disse que o investimento nessas três áreas (ciência, tecnologia e inovação) é essencial para melhorar a competitividade do país. “Priorizar esses três temas ajuda a elevar o desenvolvimento a competitividade nacional. Temos visto que há uma revolução em curso sobretudo conduzida pelos jovens, que nem sempre são incomodados com pessimismo”, declarou.

Desafios

Vice-presidente de Engenharia e Tecnologia na Embraer e presidente da Anpei, Humberto Luiz de Rodrigues Pereira, destacou a necessidade de discutir o que leva o Brasil a obter a 69ª posição nos rankings de inovações entre países. “Estamos atravessando uma transformação tecnológica profunda que afeta e afetará nossos sistemas produtivos. O que acontece depois? Em que ponto a gente perde a vontade de fazer diferente e vencer desafios?”, questionou.

Para o presidente da Anpei, existem entraves no sistema que impedem o país de investir mais na inovação. “Precisamos promover, de alguma forma, a soltura de amarras na criação de laços de cooperação”, acrescentou.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Miguel Corrêa Júnior, disse que o estímulo às startups (empresas de pequeno porte que vendem inovações tecnológicas) representa uma ferramenta importante na geração de desenvolvimento e de renda. Ele defende que o Estado estimule o desenvolvimento dessas empresas em duas etapas: a conexão entre as universidades e as startups e a articulação delas para venderem soluções a médias empresas.

“Procuramos identificar quem gosta do tema nas escolas e nas universidades e fazer o empoderamento desses jovens. O estado [de Minas Gerais] tem 300 agentes que buscam novas startups, negócios e oportunidades de empreendedorismo. Aconselho aos empresários médios que ouçam as startups. Essa turma não quer contratos grandes, mas oportunidades de trabalho. As ações são simples”, declarou Corrêa Júnior.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212