Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Pesquisa e inovação ajudam a criar empregos em cenário de recuperação econômica - Jornal Brasil em Folhas
Pesquisa e inovação ajudam a criar empregos em cenário de recuperação econômica


Num cenário de início de recuperação econômica, a pesquisa e a inovação são importantes para estimular a criação de empregos, disseram secretários e autoridades que participaram da abertura da 16ª Conferência de Inovação da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei). O evento faz parte da Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit), que começou hoje (31) em Belo Horizonte.

Segundo o secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Vinícius de Souza, o Brasil tem potencial tecnológico para estimular o empreendedorismo. “O mais importante é o esforço conjunto do setor privado, da academia e do governo para levar a inovação a outro patamar. É um trabalho de muitos anos que tem começado a dar frutos”, declarou.

Para Souza, o uso da inovação com a finalidade de gerar desenvolvimento pode ser alcançado por meio de três eixos: acesso à informação, barateamento das tecnologias e negócios com oportunidade de melhorias sociais e ambientais. “Há muito tempo, as empresas se aperceberam da importância da responsabilidade social, de retornarem para a sociedade parte do que ganham. Os negócios sociais são um modelo novo, que unem a capacidade de gerar progressos sociais e ambientais com a geração de lucro. É uma oportunidade nesse cenário de recuperação.”

O secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTI, Álvaro Toubes Prata, disse que o investimento nessas três áreas (ciência, tecnologia e inovação) é essencial para melhorar a competitividade do país. “Priorizar esses três temas ajuda a elevar o desenvolvimento a competitividade nacional. Temos visto que há uma revolução em curso sobretudo conduzida pelos jovens, que nem sempre são incomodados com pessimismo”, declarou.

Desafios

Vice-presidente de Engenharia e Tecnologia na Embraer e presidente da Anpei, Humberto Luiz de Rodrigues Pereira, destacou a necessidade de discutir o que leva o Brasil a obter a 69ª posição nos rankings de inovações entre países. “Estamos atravessando uma transformação tecnológica profunda que afeta e afetará nossos sistemas produtivos. O que acontece depois? Em que ponto a gente perde a vontade de fazer diferente e vencer desafios?”, questionou.

Para o presidente da Anpei, existem entraves no sistema que impedem o país de investir mais na inovação. “Precisamos promover, de alguma forma, a soltura de amarras na criação de laços de cooperação”, acrescentou.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Miguel Corrêa Júnior, disse que o estímulo às startups (empresas de pequeno porte que vendem inovações tecnológicas) representa uma ferramenta importante na geração de desenvolvimento e de renda. Ele defende que o Estado estimule o desenvolvimento dessas empresas em duas etapas: a conexão entre as universidades e as startups e a articulação delas para venderem soluções a médias empresas.

“Procuramos identificar quem gosta do tema nas escolas e nas universidades e fazer o empoderamento desses jovens. O estado [de Minas Gerais] tem 300 agentes que buscam novas startups, negócios e oportunidades de empreendedorismo. Aconselho aos empresários médios que ouçam as startups. Essa turma não quer contratos grandes, mas oportunidades de trabalho. As ações são simples”, declarou Corrêa Júnior.

 

Últimas Notícias

Temer participa da conferência dos países de língua portuguesa
Goiás Fomento liberou R$ 37 milhões para setor empresarial de Aparecida de Goiânia
Food Garden Flamboyant oferece conteúdo e o melhor da gastronomia
TIM contempla clientes de todo o Brasil com um par de ingressos para cinemas
Goiás quer menos desperdício de dinheiro e mais ações sociais efetivas em parceria com as igrejas, diz Ronaldo Caiado em Catalão
Evolução de Meirelles em pesquisas anima MDB
Lotéricas lutam para continuar recebendo faturas da Enel
Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212