Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Deputado Marlúcio propõe saída para impasse com UTIs - Jornal Brasil em Folhas
Deputado Marlúcio propõe saída para impasse com UTIs


Durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa na manhã desta segunda-feira,6, o deputado Marlúcio Pereira (PSB), que propôs o debate sugeriu algumas saídas para resolver o impasse das vagas de UTIs, que atinge Goiânia e região metropolitana. Diante do relato dos participantes, uma das saídas apontadas pelo parlamentar seria buscar uma solução para que o sistema de regulação de toda região metropolitana de Goiana seja gerenciado pela Secretaria Estadual de Saúde e não pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, como ocorre atualmente. “Temos um excelente sistema, que é o Conecta SUS, inteligente e eficaz, não podemos permitir que apenas Goiânia faça essa regulação sozinha. A medida poderá melhorar a oferta de vagas de UTIs, inclusive na capital e cidades vizinhas”, defendeu o parlamentar, que vai buscar informações de como esta mudança deveria ser feita.
O deputado também garantiu que vai se reunir com o vereador, Elias Vaz (PSB), que está comandando a Comissão Especial de Inquérito (CEI) na Câmara Municipal de Goiânia, que investiga o caso das UTIs, para ajudar em seu trabalho na Assembleia.
Outro dado preocupante revelado na audiência é de que o Governo do Estado gasta em média R$ 30 milhões por ano com o tratamento de vítimas de acidentes com motos. “Pretendemos apresentar um projeto de lei ou até mesmo requerimento que conceda descontos de até 30% no IPVA de motocicletas que não se envolverem em acidentes. Assim vamos colaborar com a redução destes números”, enfatiza.
Ainda durante a audiência o titular da Superintendência de Acesso a Serviços Hospitalares e Ambulatoriais (Suprass), Cleudes Baré confirmou as irregularidades encontradas pelo Grupo Condutor da Rede de Urgência e Emergência nos hospiatias de Goiânia e interior. “Durante o período de 60 dias foram feitas avaliações dentro de várias unidades hospitalares. Trabalhamos com muito afinco para levar essas informações ao secretário estadual de Saúde que, a partir dali, buscou soluções junto ao Ministério Público Estadual”, informou.
Já o secretário de Saúde de Aparecida de Goiânia, Luíz Edgar Tolini destacou ainda que o município já tem 40 leitos reformados, porém, menos de 30 estão funcionando. “Precisamos dar uma nova modelagem na saúde de Aparecida de Goiânia. Enquanto não tivermos leitos de UTI estou tentando melhorar as condições de trabalho das UPAs (Unidades de Pronto atendimento)”, explicou.
O presidente da Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade de Goiás (AHPACEG), Haikel Helou, afirmou que o tema do debate o surpreende, pois é pouco discutido. “Precisamos discutir a complexidade desse problema. A solução dele não depende somente do Estado. Esse assunto é pouco debatido, quando deveria ser o contrário.”
O Diretor técnico do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), Ricardo Furtado relatou as experiência exitosa experimentada por aquela unidade. “Esse hospital que foi criado para atender urgências e emergências, estava atendendo casos simples como dores abdominais. Após passar por uma grande mudança, o Hugo, que hoje é gerenciado por uma organização social, cresceu e aumentou seu número de leitos. De 235 leitos passou para 407. Somos o maior hospital do Estado”, relatou o dirigente.

 

Últimas Notícias

Prefeitas goianas prestam homenagem ao governador em agradecimento pela parceria administrativa
Instituto de Identificação vai entregar carteira de identidade em 30 dias na capital
Nota Goiana inscreve até domingo para sorteio deste mês
IMB/Segplan e IBGE divulgam PIB de Goiás
Goiás sem Fronteiras promove última reunião com pais e alunos antes da viagem de jovens para os EUA
Crer e HDS inscrevem para programa de aperfeiçoamento
Procon Goiás e Sefaz fazem operação conjunta em postos de combustível
Supremo voltará a julgar restrição ao foro privilegiado no dia 23 de novembro

MAIS NOTICIAS

 

Estado entrega mais de 100 moradias em Mara Rosa e Cheque Mais Moradia para Amaralina e Bonópolis
 
 
Câmara aprova mais 81 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na Sudene
 
 
Disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos agora vai para a Câmara
 
 
Temer volta a Brasília e deve retomar agenda de trabalho no Planalto
 
 
Ministro da Justiça confirma críticas à segurança do estado do Rio
 
 
Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado por Maluf

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212