Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Afeganistão ordena suspensão de aplicativos de mensagens - Jornal Brasil em Folhas
Afeganistão ordena suspensão de aplicativos de mensagens


As autoridades afegãs ordenaram a suspensão durante três semanas dos aplicativos de mensagens WhatsApp e Telegram, muito utilizados pelos insurgentes para transmitir seus comunicados, por questões técnicas, segundo o ministério das Telecomunicações.

Há dois dias, muitos cidadãos reclamam do bloqueio do WhatsApp e Telegram, escreveu em sua página do Facebook o ministro das Telecomunicações, Shahzad Aryobee.

O ministério prevê introduzir novas tecnologias para melhorar estes serviços e solucionar os problemas técnicos, mas isto exige a suspensão temporária do WhatsApp e Telegram, completou na mensagem publicada na sexta-feira.

O ministro afirmou que não se trata de um atentado à liberdade de expressão.

O acesso aos telefones celulares disparou nos últimos anos no Afeganistão, com mais de 21,5 milhões de linhas ativas. Oito milhões de afegãos (de um pouco mais de 30 milhões) têm acesso à internet, especialmente a través do celular.

Os afegãos utilizam muito os aplicativos para trocar mensagens. Mas os talibãs também recorrem a estas plataformas para publicar suas reivindicações, especialmente o WhatsApp, enquanto os partidários do grupo Estado Islâmico preferem o Telegram.

Esta mensagem é totalmente certa: não há intenções ocultas, insistiu neste sábado o porta-voz do ministério das Telecomunicações, Nayib Nangyalay.

A suspensão vai de 1 a 20 de novembro. Não há nenhum atentado à liberdade de expressão, as pessoas podem continuar usando o Facebook, Twitter..., completou.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212