Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Lançado evento para aproximar fornecedores nacionais de novas operadoras de óleo - Jornal Brasil em Folhas
Lançado evento para aproximar fornecedores nacionais de novas operadoras de óleo


Com base no resultado positivo das últimas rodadas de licitação na área do petróleo e gás natural, o Ministério de Minas e Energia (MME) lançou hoje (13), em parceria com a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) e da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), o programa Circuito Virtuoso da Indústria de Óleo e Gás no Brasil.

O programa visa a atender às novas operadoras e afretadoras que estão entrando no país a partir das novas rodadas de leilões do setor e demonstrar que a indústria nacional fornecedora de bens e serviços na área de óleo e gás é competitiva e pode atender às demandas interna e externa. “O Brasil possui polos produtivos aptos a atender às companhias”, assegurou o presidente da Onip, Marcos Assayag.

O circuito já tem eventos programados para apresentação desses polos para as operadoras e afretadoras, em diversas regiões brasileiras. O primeiro deles está marcado para o próximo dia 20 e contará com a presença do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho. Ele ocorrerá no Maranhão, onde será visitada a Eneva, terceira maior empresa em capacidade térmica do país e a maior operadora privada de gás natural do Brasil, situada no Complexo do Parnaíba.

O circuito deve se estender até setembro de 2018, quando ocorrerá no Rio de Janeiro a Rio Oil & Gas Expo and Conference, considerada o maior evento do setor da América Latina, promovido pelo Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (IBP).

Nova etapa

O ministro Fernando Coelho assegurou que aquele momento em que tudo era responsabilidade da Petrobras ficou para trás. O Brasil vive uma nova fase, afirmou. “O Brasil é muito mais do que isso. A Petrobras tem muito mais capacidade também do que isso e tem muita gente querendo vir fazer no Brasil o que já faz em outros países”. O ministro admitiu que não é fácil, em razão dos muitos desafios existentes pelo caminho. Avaliou, contudo, que “nós conseguimos vencer a primeira etapa”.

Coelho considerou que o programa Circuito Virtuoso da Indústria de Óleo e Gás talvez seja a mais importante de todas as etapas porque muitas empresas internacionais que já atuavam no Brasil vão poder contratar seus equipamentos e serviços no país. Informou que muitas empresas têm procurado o ministério. “É papel do governo estar ao lado das empresas, das operadoras”. De acordo com ele, o circuito vai colocar as empresas para conversar com a indústria de óleo e gás, abrindo espaço para as negociações.

O ministro ainda disse que o projeto é uma chance de emancipação da indústria de óleo e gás do país e que as empresas brasileiras vão se posicionar para atender também outras praças do entorno do país, como América do Sul e costa atlântica da África. Coelho acredita que a indústria brasileira vai, “a partir do esforço de todo nós, ocupar cada vez mais uma participação nos budgets [orçamento] e nos contratos de muitas empresas, operadoras e afretadoras que já estão no Brasil”.

Mercado

O secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, salientou que o programa vai trazer luz ao que o Brasil está fazendo, já foi ou está parcialmente construído, “mostrando que quase todo lugar do mundo queria ser o Brasil hoje, porque o mercado está aqui. Nós estamos junto do mercado”. O objetivo, frisou, é mostrar o arranjo produtivo que tem em cada local do Brasil.

O secretário disse que outros países, como Singapura, China, podem também fornecer para o Brasil, mas indagou a seguir: “Como é que vai ser mais competitivo do que nós, que estamos aqui? Esse é o desafio”. Félix afirmou que as empresas instaladas no Brasil já estão fornecendo para o Atlântico Sul e chegando à Guiana Francesa.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212