Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chegar com antecedência a locais de prova alivia ansiedade de candidatos ao Enem - Jornal Brasil em Folhas
Chegar com antecedência a locais de prova alivia ansiedade de candidatos ao Enem


No segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, alguns estudantes chegaram bem mais cedo aos locais de prova. Mesmo com a abertura dos portões marcada para as 12h (horário de Brasília), teve candidato que chegou antes das 10h.

Seja para evitar imprevistos de última hora ou para conter a ansiedade, os participantes relatam que a estratégia funciona. Assim como os atrasados, os estudantes adiantados acabaram virando alvo de memes nas redes sociais. Eles não se importam e dizem que é melhor chegar antes para não correr riscos e garantir a inscrição que já foi paga, além da chance de conquistar os pontos para fazer o curso desejado.
Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Luana percorreu cerca de 50 km para participar do segundo dia de provas do Enem 2017

É o caso de Luana dos Reis Serpa, de 20 anos, que mora na área rural da Cidade Ocidental, município goiano distante 50 quilômetros de Brasília. “Cheguei bem antes porque eu moro na divisa com a região do Entorno [de Brasília], e para vir eu tive que pegar ônibus do entorno, que é bem difícil no fim de semana”, disse. “Se deixar pra última hora pode acontecer alguma coisa”, acrescentou.

Para passar o tempo até a abertura dos portões, Luana usa o celular para conversar com os amigos. Na bolsa, a estudante diz que só tem chocolate e que vai almoçar cachorro-quente na porta da escola mesmo. É a terceira vez que ela faz o exame com a intenção de conseguir pontos para fazer jornalismo.

O medo de perder a hora também levou Beatriz Lorrane Ferreira Araújo, 16 anos, a chegar cedo. A jovem mora em Samambaia, cidade do Distrito Federal distante 30 km do centro de Brasília, e pegou metrô para chegar ao local da prova.

“Domingo passado eu cheguei no mesmo horário. Se ocorresse algum imprevisto, teria como consertar e chegar a tempo. Pra mim, a ansiedade só atrapalha, eu fico menos ansiosa quando chego mais cedo”, disse a estudante.

Beatriz quer cursar farmácia e está fazendo a prova apenas como experiência. Ainda assim, ela aguarda o momento da abertura dos portões com um terço nas mãos “para ajudar a acalmar”. “Aí o ano que vem eu tenho uma boa base de como é e eu posso me sair bem melhor.”
Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Beatriz Ferreira Araújo aguarda, com o terço na mão, a abertura dos portões para o segundo domingo de provas do Enem 2017Marcelo Camargo/Agência Brasil
Alessandro Pereira Alves diz que chegar cedo ajuda a controlar a ansiedade

Alessandro Pereira Alves diz que chegar cedo ajuda a controlar a ansiedadeMarcelo Camargo/Agência Brasil


Mesmo estudantes que moram bem perto do local da prova preferiram chegar cedo também. Como Alessandro Pereira Alves, 23 anos. “Moro aqui do lado na Asa Sul, mas se eu não sair da cama cedo, não consigo chegar não. Ajuda muito a controlar a ansiedade. Vou ficar conversando no Whatsapp até abrirem os portões.”

Layane Jesus dos Santos, de 17 anos, está terminando o ensino médio. Ela saiu de Jacarepaguá, na zona oeste, e foi a primeira a chegar à Universidade Estácio de Sá, região central do Rio, no início da manhã. A estudante vai usar a nota do Enem para tenar cursar medicina. “Fique com medo de chegar atrasada por causa da distância [cerca de 30 quilômetros].”

Roberta Gonçalves ferreira, 17 anos, cursa o ensino médio, e mora no bairro Estácio de Sá. Ela foi a pé à Universidade Estácio de Sá, seu local de prova. Ela quer usar a nota para tentar cursar nutrição. “No dia 5, cheguei um pouco mais tarde”, disse. “A ansiedade é maior com dois dias de prova, mas nada que a gente não suporte esperar.”

Os portões serão fechados às 13h, e os estudantes só poderão começar as provas às 13h30. Eles terão 4 horas e 30 minutos para completar o exame. Neste domingo, serão aplicadas 90 questões objetivas de matemática e ciências da natureza (química, física e biologia).

O candidato poderá deixar o local após duas horas do início da prova. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas.

Matéria alterada às 12h07 para acrescentar informações do Rio de Janeiro.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212